quinta-feira, 12 de agosto de 2021

Flamengo não vai deixar barato injúrias raciais em jogo contra o Olímpia, clube soltou nota




ESPN: O Flamengo goleou o Olimpia por 4 a 1, no Paraguai, pela partida de ida de quartas de final da Conmebol Libertadores e deu grande passo por vaga nas semifinais. No entanto, mais um episódio lamentável envolvendo racismo foi pauta em Assunção.




Na volta do intervalo da partida, o árbitro demorou para dar início à segunda etapa, já que havia reclamação do goleiro Gabriel Batista e outros do banco de reservas do Flamengo, que alegaram que os torcedores ali presentes estavam cometendo injúria racial.

Nesta quinta (12), o Flamengo emitiu um pronunciamento oficial em seu site afirmando que irá apresentará uma denúncia formal Conmebol por medidas diante do acontecido e repudiando o ocorrido.



Veja abaixo:

O Clube de Regatas do Flamengo vem a público repudiar os episódios lamentáveis de racismo na partida da noite de ontem, dia 11, contra o Olimpia, pelas quartas de final da Conmebol Libertadores.

O clube informa que apresentará uma denúncia formal à Conmebol e confia que a referida entidade de administração desportiva tomará as providências cabíveis em face da gravidade e da ilicitude da situação ocorrida.



Em entrevista ao Ge no desembarque do Flamengo no Rio de Janeiro na madrugada desta quinta-feira (12), Gabigol não se calou e afirmou que muitas vezes 'passam pano' para o racismo.

"Eu sofri também. Depois do jogo, tive que dar coletiva, atravessei o campo e discuti com o cara da Conmebol. Eles falaram que iam denunciar e não aconteceria mais. É muito ruim. Isso não existe mais. Ficamos tristes e não é a primeira vez. Aconteceram várias vezes comigo, com colegas e não gostamos".



"Sabemos que eles acabam "passando um pano e segue o jogo", mas sempre acho que isso não é certo. Espero que tomem uma decisão importante sobre isso, porque não é certo e todos sabem".

Após a partida, que terminou com a vitória por 4 a 1 do clube carioca, o técnico Renato Gaúcho abordou a situação em entrevista coletiva, detonou o acontecido e deixou nas mãos da diretoria do Flamengo para que as medidas cabíveis sejam tomadas.



“Infelizmente, tem acontecido no mundo isso, a injúria racial. Cobrei do 4º árbitro, do delegado do jogo. Passamos para a nossa diretoria agora, eles vão tomar as devidas providências. Isso choca, entristece. Muito triste que acontece não só no Brasil, mas no mundo todo. Mas, nós profissionais, que temos a chance de falarmos, nos manifestarmos, é importante cobrar isso para que as autoridades podem tomar as providências. Mas, como falei, o que poderíamos ter feito durante o jogo, nós fizemos. Agora é com a diretoria do clube”.

- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Christian Alvarenga/Getty Images

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário