sábado, 28 de agosto de 2021

Com três de Gabigol e um do estreante Andreas Pereira, Flamengo atropela o Santos na Vila




Uol: Assim como no meio de semana contra o Grêmio, o Flamengo aplica uma goleada por 4 a 0 com todos os gols no segundo tempo da partida. A vítima da vez foi o Santos e o algoz foi justamente Gabigol, cria da base santista e responsável por três gols na noite de hoje (28), em partida válida pela 18ª rodada do Brasileirão. O quarto gol flamenguista veio do estreante Andreas Pereira. 



Com o resultado, o Flamengo tira o quarto lugar do Red Bull Bragantino. Ambos somam 31 pontos, mas o Massa Bruta ainda atua nesta rodada, contra o líder Atlético-MG. Já o Santos permanece na 11ª colocação com 22 pontos. 

Por conta do jogo adiado devido a rodada de Eliminatórias para a Copa do Mundo, o próximo compromisso do Rubro Negro será somente no dia 11, contra o Palmeiras. O Santos atua no próximo fim de semana contra o Cuiabá. 



João Paulo fecha o gol no primeiro tempo 

O goleiro santista foi pressionado desde os primeiros minutos de jogo, quando Everton Ribeiro arriscou e obrigou João Paulo a espalmar. Poucos minutos depois ele espalma novamente, mas dessa vez a bola voltou nos pés do ataque flamenguista. Contando também com a sorte, a finalização de Gabigol subiu demais.

Aos 17 minutos, João Paulo se destacou novamente, ao defender outro chute do Gabi, desta vez à queima-roupa. A bola voltou para Gustavo Henrique, que chutou meio no susto, mas o goleiro santista defendeu. Depois, aos 35, ele ainda evitou o gol em cobrança de falta do Diego. 



Pirani ganhou chance 

A principal surpresa na escalação do Santos para a partida foi a entrada de Pirani no lugar de Marcos Guilherme, tradicional titular no esquema de Fernando Diniz. As poucas investidas do Santos na primeira etapa contaram com participação dele, em duas tentativas com o pé esquerdo que passou perto do gol. 

No segundo tempo, com o placar já em 3 a 0 para o Flamengo, ele teve sua melhor chance, obrigando Diego Alves a voar para evitar um gol no ângulo direito. 



Haja cartão! 

O primeiro tempo também ficou marcado pelo excesso de cartões amarelos, cinco no total. Pelo lado santista, Robson e Carlos Sánchez foram os amarelados. Isla, Bruno Viana e Diego receberam o cartão entre os rubro-negros. 

Ambos os times foram bem equilibrados em termos de posse de bola e precisão dos passes, com a diferença de que o Santos não conseguiu ser tão ofensivo quanto o Flamengo. 



Provocado e provocador 

Na saída para o intervalo, alguns convidados da diretoria santista gritaram contra Gabigol, formado pela base do clube, pedindo "respeito à sua casa". Com seis minutos do segundo tempo, após Wagner Leonardo derrubar Michael na área, Gabriel abriu o placar de pênalti e se virou em direção às tribunas da Vila Belmiro para comemorar. 

Mais lei do ex 

Aos 35 minutos Gabigol marcou o segundo gol do Flamengo, desta vez com participação de outro ex-Santos, o volante Thiago Maia. Foi dele o lançamento sob medida para Michael, que cruzou em direção ao Gabriel, que finalizou no gol sozinho. 



O terceiro do Gabigol saiu de um vacilo de João Paulo, que espalmou a bola chutada por Matheusinho justamente em sua direção. 

Chegou chegando! 

Aos 35 minutos de jogo, Arrascaeta foi para o banco para que Andreas Pereira pudesse fazer sua estreia com a camisa do Flamengo. Logo em sua primeira tentativa, com um minuto em campo, ele tentou um cruzamento de letra. Se faltou sorte nesse lance, sobrou no seguinte, quando ele estava atento ao erro de passe da defesa santista e marcou o quarto do Flamengo na partida.

Flamengo brilhando como visitante... 

O Flamengo tem sido um convidado bem indigesto nessas últimas semanas. Com a vitória de hoje, o time de Renato Gaúcho chegou a oito jogos sem perder fora de casa. Destes, apenas uma partida terminou empatada. Foram 23 gols marcados e apenas três sofridos. 



E o Santos sofrendo como mandante 

Por outro lado, o Alvinegro não tem conseguido se achar em seus domínios. Este foi o quarto jogo consecutivo que o Santos não venceu como mandante no Brasileirão. Agora a conta está em dois empates e duas derrotas. A última vitória em casa pelo Campeonato Brasileiro foi no começo de julho, no 2 a 1 sobre o Athletico-PR. 


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário