quarta-feira, 7 de julho de 2021

Na corda bamba, Ceni aposta em reforços caseiros para afastar crise e evitar roteiro similar ao de Domènec




O dia era 8 de novembro de 2020. O Flamengo, com um técnico questionado e sobre pressão, visitava o Atlético-MG, no Mineirão, em busca de recuperação no Campeonato Brasileiro. Por fim, a atuação desastrosa e a derrota por 4 a 0 tornaram as críticas insustentáveis e culminaram na demissão de Domènec Torrent. 



Oito meses depois, a situação é parecida. Vindo de derrota, o Rubro-Negro reencontra o mesmo adversário, no mesmo estádio e com o mesmo objetivo de reencontrar o caminho das vitórias. Dessa vez, todos os holofotes estarão voltados para Rogério Ceni, que vive desgaste com a diretoria e tenta não repetir o roteiro do treinador espanhol. 

O duelo será nesta quarta-feira, às 19h (de Brasília), pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. O LANCE! acompanha tudo sobre o confronto em Tempo Real. 



APOSTA NOS REFORÇOS 

A principal esperança de uma virada de chave no Flamengo é o retorno do trio de selecionáveis, que retornaram da Copa América nesta semana: Arrascaeta, Isla e Piris da Motta. Além de encorpar o elenco rubro-negro e dar mais opções a Rogério Ceni, a volta dos atletas tem um outro fator importante: o Fla não perdeu com Arrascaeta em campo na temporada 2021.

Sem muito brilho na campanha do Uruguai, o meia retorna com o status de principal referência técnica do time. E os números provam sua importância: sem ele, o Flamengo tem uma queda de aproveitamento de 18,6% nesta temporada, ao mesmo tempo que a presença dele significa uma média de gols 47,6% maior.



Números do Fla com Arrascaeta: 

- Jogos: 14 

- Vitórias: 9 

- Empates: 5 

- Aproveitamento: 76,2% 

- Gols marcados: 34 gols 

- média de 2,42 gols por jogo 

Números do Fla sem Arrascaeta: 

- Jogos: 11 - Vitórias: 6 

- Empates: 1 - Derrotas: 4 

- Aproveitamento: 57,6% 

- Gols marcados: 18 gols 

- média de 1,64 gols por jogo

Com 12 pontos em sete partidas, o Flamengo ocupa a 10ª colocação na tabela do Brasileiro. Além de afastar uma possível crise, uma vitória no Mineirão pode fazer o Rubro-Negro encostar no G-4 e justamente no Atlético-MG, concorrente direto ao título. O Galo soma 16 pontos em nove jogos e está em quarto lugar. 


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Fonte: https://www.uol.com.br/esporte/futebol/ultimas-noticias/lancepress/2021/07/07/na-corda-bamba-ceni-aposta-em-reforcos-caseiros-para-afastar-crise-e-evitar-roteiro-similar-ao-de-domenec.htm
Imagem: Alexandre Vidal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário