quinta-feira, 22 de julho de 2021

Flamengo vê coincidência com 2019 no horizonte e outros dois fatores que empolgam na Libertadores




O Flamengo passou pelo Defensa y Justicia-ARG com um imponente 5-1 no agregado, com gols empilhados na goleada aplicada na última noite, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, por 4 a 1. A vaga nas quartas de final foi conquistada sob a presença de cerca de 6 mil torcedores, que podem ver uma coincidência em relação à vitoriosa campanha de 2019 se concretizar. 




Explica-se: nesta quinta-feira, o adversário do Flamengo na próxima fase será definido: Internacional e Olimpia-PAR duelam pela volta, no Beira-Rio, após um 0x0 na ida; e, caso o Colorado avance, o Rubro-Negro repetirá o adversário das quartas da Libertadores de 2019.

Mas haveria uma diferença desta vez, o que seria mais um fator empolgante para o Flamengo. Por fazer uma campanha superior na fase de grupos, o clube carioca decidirá em casa no duelo das quartas, seja Inter ou o Olimpia o rival. 



Aliás, outro componente que anima a torcida tem a ver com um assunto diretamente interessante a ela. A partir dos próximos dias, o Rubro-Negro voltará a carga nos bastidores para que o jogo de volta das quartas da Libertadores - cuja fase será disputada entre 11 e 18 de agosto - seja realizado com público no Maracanã. 

Não à toa, Jair Bolsonaro e Cláudio Castro, governador do Rio, estiveram no Mané Garrincha na última quarta e ouviram pessoalmente da direção o lobby pela liberação das torcidas nos estádios. Mas é diretamente com a Prefeitura (Secretaria Municipal de Saúde), agora com relatórios acerca da experiência em Brasília e alguns ajustes, que a ideia voltará a ser debatida com afinco em prol da almejada permissão local, amparada à autorização da Conmebol.



O público em Brasília não foi o esperado pelo Flamengo, que aguardava cerca de 15 mil rubro-negros no Mané Garrincha. Acredita-se que, no Rio e com mais tempo para os flamenguistas se organizarem e adquirirem ingressos, haverá uma presença maciça do torcedor - dentro de uma liberação parcial, diga-se.

UM FEITO UM TANTO QUANTO RARO

Embalado com o 100% de aproveitamento sob o comando de Renato Gaúcho, o Flamengo também alcançou um feito um tanto quanto raro com o avanço à próxima fase da Libertadores. Foi apenas a quinta vez, nesta que a sua 17ª participação no torneio, que o Rubro-Negro chega às quartas de final. 



Na primeira participação, em 1981, foi campeão, no auge da Era Zico, mas o regulamento era diferente em relação ao atual. As vezes em que chegou às quartas foram nas seguintes edições: 1991 (foi eliminado nas quartas), 1993 (foi eliminado nas quartas), 2010 (foi eliminado nas quartas) e 2019 (quando passou e conquistou o Bi da Libertadores). 

O PRÓXIMO COMPROMISSO

Agora, a Libertadores fica de lado na programação pois a próxima missão é pelo Campeonato Brasileiro. o rival da vez será o São Paulo, neste domingo, às 16h, no Maracanã e pela 13ª rodada.

- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Fonte: https://www.lance.com.br/flamengo/coincidencia-com-2019-horizonte-outros-dois-fatores-que-empolgam-libertadores.html
Imagem: Alexandre Vidal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário