quarta-feira, 12 de maio de 2021

Diego expõe fator que interferiu na qualidade do jogo contra o La Calera




O Flamengo arrancou um empate do Unión La Calera-CHI, pela Libertadores. O time levou dois gols, mas buscou o empate contra o time chileno



A equipe carioca atuou no gramado sintético do estádio do La Calera. O meia Diego se mostrou surpreso com as condições do piso.

”Nós viemos prontos para essa dificuldade. É um gramado realmente muito ruim, porque normalmente nós já jogamos lá contra o Athletico, por exemplo, é um gramado onde o jogo flui, a bola desliza. Eu imagino que todos de casa acham que, por ser um gramado sintético, a bola ia correr, mas aqui é o contrário. Aqui segura tanto a bola quanto a chuteira”, disse.



O técnico Rogério Ceni afirmou que o La Calera não molhou o gramado antes da partida.

”A grama artificial não atrapalhou tanto, o que atrapalhou é que não molharam. Claro que não é como a natural, mas quando ela não é molhada prende o jogo um pouco mais e não dá velocidade no passe. Faltou molhar”, declarou.

O empate impediu a classificação antecipada do Flamengo às oitavas de final da Libertadores. No entanto, os rubro-negros ainda podem avançar nesta quinta-feira, caso a LDU-EQU derrote o Vélez-ARG, em Buenos Aires.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Fonte: https://www.espn.com.br/futebol/artigo/_/id/8627440/gramado-sintetico-na-libertadores-e-alvo-de-criticas-flamenguistas
Imagem: Pool/Getty Images

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário