quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

Isla elogia intensidade do trabalho de Ceni: 'Me lembra muito o Bielsa'



No último domingo, no frenético jogo entre Flamengo e Bahia, vencido pelo Rubro-Negro por 4 a 3 e que contou com duas viradas e duas expulsões, Mauricio Isla foi às redes pela primeira vez desde que chegou ao clube carioca - no Maracanã e em duelo válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.



E, nesta quarta-feira, antes do segundo treino da semana visando o duelo contra o Fortaleza (dia 26), Isla concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa do Ninho do Urubu. O lateral-direito falou sobre o trabalho de Rogério Ceni, adaptação e projetou a disputa do Brasileirão.

Sobre Ceni, o chileno de 32 anos chegou a compará-lo a Marcelo Bielsa (atualmente no Leeds, da Inglaterra, e que o treinou no Olympique de Marseille-FRA, em 2015/16):



- Estou surpreso sobre o treinador brasileiro. Agora o Rogério... Ele trabalha muito bem, está muito ligado a um treinador que eu tive, Marcelo Bielsa. A intensidade, como fala, me lembra muito o Bielsa.

Isla também falou sobre os parceiros de elenco, inclusive rasgando elogios a Everton Ribeiro - com quem costuma fazer as principais tramas, pela proximidade de setor, no ataque rubro-negro.



- Jogar com Everton é muito fácil. Na seleção (chilena) com Alexis Sanchéz também é assim. Para mim, é muito mais fácil para passar a bola. É um espetáculo jogar com ele.

A próxima partida do Flamengo de Isla será neste sábado, contra o Fortaleza, no Castelão e pela 27ª rodada do Brasileirão. Será o reencontro de Ceni com a ex-equipe, cujo tema foi abordado pelo defensor:



- Ajuda muito (Ceni conhecer o elenco do Leão do Pici), mas também ajuda ao Fortaleza, que pode saber como jogará o Flamengo. Rogério treina muito bem. Será uma partida difícil. Precisamos somar pontos para brigar com o São Paulo.

MAIS NÚMEROS DE ISLA

De acordo com o levantamento do LANCE! , Isla ainda soma três assistências pelo Fla. Além disso, está entre os três jogadores que mais proporcionam grandes chances de gol criadas no Brasileiro (segundo o site "Sofascore", é o terceiro, com oito, sendo que o líder do quesito, Arrascaeta, tem duas a mais).



Confira outros trechos da entrevista coletiva de Isla:

Primeira experiência na Libertadores


- A experiência foi triste. Na última partida contra o Racing jogamos muito bem, tenho alguns amigos lá e eles sabem que Flamengo jogou bem, mas o Racing passou. Temos que trabalhar muito para jogarmos bem a Libertadores ano que vem, que é um sonho pra mim.

Nível do futebol brasileiro

- Não falta nada (em comparação ao futebol europeu). Estou surpreso com o Campeonato Brasileiro. São vários jogadores líderes e fortes, inclusive nas categorias de base. O Brasil tem o melhor futebol do mundo. Com os melhores laterais do mundo (cita Cafu, Daniel Alves, Maicon...). Se joga sempre o futebol bonito.



Função tática

- Não estou impedido de atacar. Estamos trabalhando bastante a fase defensiva. Mudamos bastante com a chegada do Rodrigo Caio. Ele não jogou tanto devido a lesão. Eles nos ordena sempre. O Flamengo mudou bastante sem jogadores.

Racismo sofrido por Gerson

- A minha opinião racial não é apenas no Brasil, mas em todo o mundo. Somos todos iguais. Isso deve acabar.


- // -

> Veja as últimas informações sobre o Mengão em nossa página principal, Clique Aqui



Fonte: Lance!

CURTA NOSSA PÁGINA



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário