quarta-feira, 18 de novembro de 2020

Flamengo enfrenta 'segunda onda' particular em decisão contra o São Paulo



Aniversariante do último dia 15, quando completou 125 anos, o Flamengo é chegado a uma superação. O “contra tudo e contra todos” apareceu em 2020 no surto de Covid-19 que deixou o time com 20 baixas em setembro. Mesmo assim, o time reagiu. Só que jogo a jogo. Hoje, 21h30, contra o São Paulo, a equipe rubro-negra decide a vaga nas semifinais da Copa do Brasil contra o São Paulo novamente esfacelada de vários titulares.



Na nova onda, é verdade, não será necessário convocar uma série de garotos do sub-20. Apesar disso, são seis desfalques por lesão — Gabigol, Pedro, Thiago Maia, Rodrigo Caio, Filipe Luis e Diego Ribas — e dois atletas sobrecarregados por terem atuado por suas seleções nas Eliminatórias da Copa do Mundo, nesta terça — Isla e Éverton Ribeiro.

Além desse cenário, o Flamengo precisa vencer por dois gols de diferença depois de perder no Maracanã por 2 a 1. A missão pode ser considerada uma façanha, já que no Morumbi a última vitória com tal placar aconteceu em 2003, há 17 anos, na última rodada do Brasileiro, que nada valia. Agora, uma eliminação faria o clube rever as metas da temporada. A hegemonia de títulos para superar 2019 conta com a conquista da Copa do Brasil, importante para o orçamento em função da vultuosa premiação pelo título: R$ 72 milhões. Mas há boas notícias. O goleiro Diego Alves volta ao time após ser poupado. Assim como Arrascaeta.



Com cansaço muscular detectado três jogos após retornar de lesão, o atacante Gabigol não viajou com a delegação para São Paulo, e foi o último desfalque confirmado pelo Flamengo ontem.

O atacante voltou contra o Atlético-MG, mas o retorno antecipado após quase dois meses parado por uma torção no tornozelo grave dividiu opiniões no clube.

O jogador se somou a Pedro, que foi cortado da seleção por conta de dores musculares na coxa. Ambos iniciaram tratamento e o retorno é esperado em até dez dias.



Em campo, o técnico Rogério Ceni tem como opções para o comando do ataque o jovem Lincoln, que tem sido acionado, mas perdeu gol incrível no último jogo. Além dele, pode usar Bruno Henrique centralizado, e encostar Arrascaeta por dentro. Assim, as pontas seriam ocupadas por Vitinho e Michael. Ceni pode aproveitar também Pedro Rocha, que ainda está sem ritmo, mas tem a confiança do técnico.

O Flamengo ainda divulgou a confirmação da lesão no ligamento do joelho esquerdo do volante Thiago Maia. Fora por até seis meses, o meio-campo terá o tratamento definido em conjunto com o Lille, da França, com o qual tem contrato.

O empréstimo para o Flamengo vai até junho de 2021. E o clube ainda avalia a compra definitiva do jogador. Thiago Maia tinha ganhado status de titular com Domènec Torrent, e se machucou no sábado, durante o jogo com o Atlético-GO. Ele voltou para o campo mesmo com dores, jogou um tempo, e pediu para sair em seguida.


- // -

> Veja as últimas informações sobre o Mengão em nossa página principal, Clique Aqui



Fonte: https://oglobo.globo.com/esportes/flamengo-enfrenta-segunda-onda-particular-em-decisao-contra-sao-paulo-24752422

CURTA NOSSA PÁGINA



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário