quarta-feira, 2 de setembro de 2020

Diretor do Flamengo presente no ‘Guardiões do Crivella’ garante não ter envolvimento com o grupo



O diretor de relações governamentais do Flamengo, Aleksander Santos, responsável pela interlocução do clube no meio político, estava presente no grupo chamado “Guardiões do Crivella”. Segundo informações divulgadas pela jornalista Gabriela Moreira, o dirigente saiu do grupo na última terça-feira (01) e, quando questionado sobre o motivo de não ter saído antes, ele afirmou que foi adicionado sem que desse permissão. O diretor ainda ressaltou que não fez nenhuma postagem.


— Sou adicionado em muitos grupos. De Flamengo, então, tem um monte. Eles pegam meu número e adicionam. De fato eu estava nesse grupo, não sei precisar desde quando. Mas eu não fiz nenhuma postagem -, afirmou.


Entenda a situação:

Na última segunda-feira (31), a TV Globo denunciou um esquema ligado ao prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella. Em reportagem exibida no jornal RJTV 2, foi revelada a existência de um grupo de WhatsApp no qual os integrantes estão sendo investigados sob a suspeita de formarem uma organização criminosa, com o objetivo de impedir que a população critique a saúde no município.

Em contato com a repórter Gabriela Moreira, o dirigente rubro-negro disse que considera “muito lamentável” tudo o que foi revelado sobre esse esquema. Segundo Aleksander, o Flamengo, clube o qual ele representa, não pode se alinhar a política, reforçando a posição apartidária da instituição: “Acho muito lamentável. Eu não tenho parentes na prefeitura, não sou funcionário da prefeitura. O Flamengo não pode se alinhar a política, o Flamengo é apartidário pelo estatuto”, declarou.


O esquema revelado pela Rede Globo era combinado em grupos de aplicativo de mensagens. Um deles denominado “Guardiões do Crivella”. Os integrantes se organizavam em escalas para definirem quem atuaria em determinado hospital. Isso porque, a emissora trabalhava ouvindo pacientes e cidadãos que cobravam da prefeitura um atendimento ou um leito hospitalar. A ideia dos ‘guardiões’ era, justamente, impedir que saúde fosse criticada.

Em contato com o Coluna do Fla, o Flamengo se manifestou em relação à função do diretor no clube: Aleksander Santos é diretor de relações especias do Flamengo. O dirigente rubro-negro costura acordos e trabalha em contato direto com o Governo. Aleksander foi um dos responsáveis por fechar a parceria entre o clube o BRB, logo após a rescisão de contrato com o banco Bs2.


Fonte: https://colunadofla.com/2020/09/diretor-do-flamengo-presente-no-guardioes-do-crivella-garante-nao-ter-envolvimento-com-o-grupo/

CURTA NOSSA PÁGINA




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário