quinta-feira, 12 de março de 2020

Titular do Flamengo na Libertadores, Thiago Maia é líder em passes e desarmes



Titular nos dois jogos do Flamengo na Libertadores, Thiago Maia pede passagem e alimenta a concorrência com Willian Arão , jogador transformado por Jorge Jesus e considerado até hoje absoluto como primeiro volante da equipe.


O novo contratado, porém, já é o jogador com mais desarmes certos pela equipe de Jorge Jesus na competição Sul-Americana, em que foi acionado devido à suspensão de Arão, expulso na Recopa. Foram quatro tentativas e quatro acertos até agora, segundo o Footstats.

A questão vai além. Thiago Maia tem sido elogiado não apenas pela postura defensiva contra Junior Barranquilla e Barcelona (EQU), como também pela precisão na saída de bola.

Na mesma competição, ele é o terceiro jogador do Flamengo com mais passes certos, só que o primeiro em termos percentuais - mais de 97% de acerto. São 103 ações corretas em 106 tentativas.

O reforço deixou para trás até Gerson, que organiza a saída da defesa para o ataque com precisão desde o ano passado. Mas em números gerais o camisa oito ainda está à frente. O líder no quesito é Filipe Luis, com 126 passes em 132 tentados.


Se na questão defensiva Thiago Maia encaixou bem no time, em termos ofensivos ainda não se destacou como Arão. Em dois jogos na Libertadores, teve apenas uma finalização. O volante também acumula o topo do ranking de faltas no Flamengo nas duas partidas, com cinco infrações.

Para o técnico Jorge Jesus, tecnicamente os jogadores se equivalem, mas Arão ainda leva vantagem por ter mais tempo sob seu comando, e melhor entendimento do jogo.

- Nossa ideia era ter jogadores da mesma posição em nível alto, como o caso desses 2 jogadores. Tem entrado bem, está num nível técnico alto. Taticamente ainda não está do nível do Arão - opinou Jesus, sem ficar em cima do muro nem promover a concorrência.

Pelo site Sofascore, notam-se outros comparativos interessantes. Levando as duas partidas da Recopa como parâmetro, Arão venceu 60% das disputas de bola, 50% dos duelos no chão e 100% das disputas aéreas. Já Thiago Maia, na Libertadores, conseguiu 50% de aproveitamento nos duelos pelo alto, mas 67% nos embates no chão e 64% das disputas de bola em geral.

Só que nos passes Thiago Maia chega a uma eficiência de 89%, com 63% em lançamentos certeiros. Arão, por sua vez, alcança 85% de eficiência, com 100% de lançamentos precisos. Vale considerar que o atual titular foi expulso na final da Recopa no Maracanã e deixou de atuar por boa parte do segundo tempo.



Fonte:

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário