sábado, 14 de março de 2020

ATUAÇÕES: Vitinho e Arrascaeta garantem vitória no fim e são os destaques do Fla



Com emoção, o Flamengo venceu a Portuguesa-RJ de virada, por 2 a 1, na noite deste sábado, pelo Carioca, no Maracanã, que não contou com público por conta do surto de coronavírus. Vitinho e Arrascaeta, fizeram os gols da vitória rubro-negra nos minutos finais do segundo tempo, ambos receberam as maiores notas do time. Confira todas as avaliações do LANCE! (por Matheus Dantas).


CÉSAR - 6,0
Sem qualquer responsabilidade no gol sofrido, o camisa 37 foi praticamente um espectador durante os 90 minutos. A Portuguesa quase não exigiu trabalho de César.

RAFINHA - 5,5
O desvio em suas costas, na finalização de Maicon, tirou de César a chance de evitar o gol da Lusa. O fato não diminui a importância do camisa 13, um dos mais acionados no ataque.

RODRIGO CAIO - 6,5
Voltou ao time titular e encontrou um rival que pouco teve a bola e marcava com os 10 atletas no campo de defesa. Com uma linha alta, o desafio foi evitar os contra-ataques.

LÉO PEREIRA - 6,0
Acompanhou a atuação do companheiro de zaga, se antecipando bem em alguns momentos. Contudo, a Portuguesa conseguiu criar alguns lances pelo lado direito do ataque.

RENÊ - 5,5
Bastante acionado no ataque, chegou com perigo à linha de fundo e deixou os companheiros em condições de marcar. Na defesa, por sua vez, foi superado em alguns lances.


WILLIAN ARÃO - 6,0
A Portuguesa deu total liberdade para Arão fazer a saída de bola no meio de campo. Sem ser pressionado com a bola, o camisa 5, na parte defensiva, foi pouco exigido.

DIEGO - 4,5
Não faltou participação e disposição de Diego (como sempre), que atuou no lugar de Gerson. Por outro lado, raros foram os lances de perigo que saíram dos pés do meia.

EVERTON RIBEIRO - 5,5
Teve seus melhores momentos pelo lado direito, no primeiro tempo, onde faz ótima dobradinha com Rafinha. O rendimento do camisa 7 caiu após o intervalo.

ARRASCAETA - 7,0
As arquibancadas vazias, talvez, tenham diminuído o nível de concentração dos atletas, incluindo Arrascaeta. Apesar da atuação discreta, o camisa 14 precisou de uma bola para garantir a vitória no fim.

BRUNO HENRIQUE - 4,0
Atuação abaixo do nível (elevadíssimo) que o atacante costuma desempenhar. Perdeu gols - dois claros, de dentro da área - e duelos individuais.


PEDRO - 4,5
Apresentação discreta do camisa 21, que atuou no lugar de Gabriel Barbosa. Com a exceção de um pivô ou outro, mal tocou na bola. Não teve muitas oportunidades para isso.

MICHAEL - 5,0
Com a Portuguesa marcando lá atrás, o veloz atacante não encontrou espaços e não teve sucesso nos lances individuais.

VITINHO - 6,5
Viveu situação semelhante a de Michael. Aberto pela esquerda, teve dificuldades com a marcação rival. Contudo, foi quem finalizou e contou com desvio para empatar o jogo.

LINCOLN - Sem nota
Foi a última cartada de Jorge Jesus, já quando o jogo se aproximava do fim. Assim como os demais que entraram, não mudou o cenário da partida.

TÉCNICO: JORGE JESUS - 5,5
A intensidade e a concentração do Flamengo não foi a de costume, e o clima do jogo, sem torcida, contribuiu para isso. Contudo, faltou também repertório ao time para furar a defesa adversária. Foram muitas bolas alçadas antes de Vitinho e Arrascaeta garantirem a vitória rubro-negra.


Fonte: https://www.lance.com.br/galerias/atuacoes-arrascaeta-garante-vitoria-no-fim-e-e-o-destaque-do-flamengo/

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário