quarta-feira, 21 de abril de 2021

Ceni reconhece necessidade de melhorar defesa do Flamengo, mas pede que também se destaque os méritos



A estreia do Flamengo na Libertadores foi com a cara da competição, com muita emoção e garra para conseguir a virada sobre o Vélez Sarsfield por 3 a 2, nesta terça-feira, na Argentina. O poder ofensivo do time compensou o fato de ter levado dois gols, e o técnico Rogério Ceni fez elogios ao time após a partida.


- Normalmente a defesa erra pelo sistema. Com exceção das bolas paradas, logicamente. Você pode nomear jogadores e funções, é o único momento em que a bola está no local. Falhamos realmente na bola parada. Primeiro gol uma roubada de bola nossa, tomamos o contra-ataque. Vejo hoje muito mais mérito a se destacar. Lógico que temos que melhorar o sistema defensivo como um todo, mas vejo muito mais mérito. A única vez que venceu na Libertadores na Argentina foi em 1982. Temos que valorizar coisas boas - disse o treinador.

Líder do grupo G com três pontos, o Flamengo volta a campo pela Libertadores na próxima terça-feira, dia 27, no Maracanã, para enfrentar o Unión La Calera, do Chile. Antes, neste sábado, a equipe enfrenta o Volta Redonda, pelo Carioca, em duelo que pode render a conquista da Taça Guanabara.



Outros trechos da entrevista de Ceni:

Arrascaeta

Nenhuma (preocupação). Conheço o caráter do jogador. Nota 10, muito fácil de se trabalhar. É ídolo no Flamengo. Em nenhum momento demonstrou para mim... Ele teve uma lesão no tornozelo, isso é verdade. Se recuperou bem, ficou tratando, e mostra seu talento no dia de hoje. Para a gente, dentro de campo, não influenciou nada. Acho que é feliz aqui, é considerado pelo torcedor e pela direção, e pode ficar muito tempo no Flamengo.

Gols sofridos no início

Até o momento em que sofremos o gol, só a gente tinha jogado. Uma bola roubada que tentamos sair no contra-ataque. É claro que é possível melhorar, precisamos diminuir o número de gols sofridos. Não é satisfatório ter média alta de gols. Tínhamos sanado isso no início. Nos últimos jogos, realmente o número de gols sofridos é alto. Vamos tentar melhorar, trabalhar para melhorar a situação defensiva.



Elogios a Diego

Um exemplo de atleta, um exemplo de pessoa. Uma liderança natural, uma voz ativa muito grande no grupo. Ele se encontrou nessa posição. Para mim, seria improvável um jogador de 36 anos jogar com tanta energia nessa posição. Sem bola também. Foi combativo o tempo todo. Arrascaeta fez gol importantíssimo, Gabriel também, Arão... Mas o Diego, no decorrer do jogo, foi muito equilibrado os 90 minutos. Merecedor de estar em campo todo o tempo que ficou. É um exemplo para os demais aqui dentro.

Escalação do Vélez surpreendeu?

Achei que ele vinha com Orellano e Janson aberto pela esquerda, com Almada centralizado. Ele fez mudança, colocando Ortega na segunda linha. Isso, sim, foi uma surpresa. Uma tentativa de bloqueio do Isla. Janson também joga por dentro, Almada veio jogar por dentro, mas acho que tivemos um bom controle de jogo. O Flamengo teve grandes chances, teve posse, teve a bola. Teve personalidade para reverter a situação. Eu, como atleta, acho que ganhei uma vez na Argentina. Agora, o Flamengo, depois de 40 anos, vence novamente na Argentina. Talvez tenhamos que ver pontos positivos.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Fonte: https://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/ceni-reconhece-necessidade-de-melhorar-defesa-do-flamengo-mas-diz-mais-merito-a-se-destacar.ghtml
Imagem: Staff Images / Conmebol

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário