quarta-feira, 10 de março de 2021

CBF decide manter futebol no Brasil durante pandemia e exalta protocolo sanitário: 'Não há contaminação dentro de campo'



A Confederação Brasileira de Futebol apresentou na manhã desta quarta-feira um estudo a respeito da realização do futebol de uma maneira segura mesmo durante a pandemia da COVID-19 e defende abertamente a manutenção dos campeonatos neste período.


"A aplicação do protocolo sanitário, com a convicção ainda mais forte que nós já tínhamos no ponto de vista teórico, em agosto, quando retomamos. Mas agora com convicção da aplicação na prática. O futebol é seguro, controlado, responsável e tem todas as condições de continuar", disse o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, na abertura da apresentação.

Logo em seguida, o secretário passou a palavra ao médico Jorge Pagura. O Coordenador médico da CBF exaltou o estudo realizado pela entidade e disse que 'não há nada no mundo' tão completo quando a apresentação realizada pela CBF.



"Rapidamente eu gostaria de dizer como funcionou o protocolo. Tivemos a honra de comandar uma comissão técnica que consta com o maior número de especialistas no nosso país. Colocamos médicos que já tinham experiência muito grande no futebol para que fizessem a interface com os nossos médicos e todos os clubes, que foram ouvidos antes do protocolo".

Jorge Pagura chamou em seguida o Dr. Braulio Roberto Marinho Couto, que fez parte da equipe de eficácia e segurança do protocolo médico da CBF. De acordo com o especialista, a infecção não acontece dentro de campo. As únicas formas de contágio da COVID-19 ocorrem por comportamentos sociais inadequados e quebras de protocolo.

O Brasil vive o pior momento da pandemia. Houve recorde de mortes na última terça-feira (9). Ao todo, foram 1.954 pessoas que morreram no país vítimas da doença. Desde o início da pandemia, o Brasil perdeu 268.568 vidas. No mês de março, são 13.550 mortes registradas no país.


- // -

> Veja as últimas informações sobre o Mengão em nossa página principal, Clique Aqui



Fonte: ESPN

CURTA NOSSA PÁGINA



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário