segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

Braz nega conflito entre Flamengo e Câmara de Vereadores e diz se pretende concorrer à presidência do clube



Empossado vereador na Câmara do Rio de Janeiro, Marcos Braz (PL), vice-presidente de futebol do Flamengo , se manifestou sobre as acusações de que sua atuação no legislativo representa conflito de interesses com seu trabalho no clube.



De acordo com o dirigente, as críticas do tipo são feitas "principalmente no Twitter". No começo de novembro, o grupo "Flamengo da Gente" propôs emenda para afastar da diretoria do clube quem desejasse ser candidato a cargo público.

Braz disse que há um preconceito sobre a atividade parlamentar e afirmou que os demais vice-presidentes da gestão de Rodolfo Landim também mantêm atividades paralelas. O dirigente ressaltou que os vereadores estão de férias até o dia 15 de fevereiro e que o Campeonato Brasileiro vai até o dia 22 do próximo mês. Além disso, pontuou que as votações ocorrem de forma híbrida (presencial e online).



"Fico chateado com o preconceito. Se eu tiver de fazer uma viagem de emergência com o Flamengo, vou pedir para que esse dia de falta seja descontado. Nos dias de hoje não dá para enganar ninguém. Se eu estiver no Ninho, todo mundo vai saber. As pessoas têm de analisar se estou ou não correspondendo, mas que falem depois. Não vou deixar de contratar jogador para o Flamengo e também não tenho de contratar jogador para a Câmara. Não há conflito algum na atividade fim", disse ele ao UOL Esporte .

O dirigente disse haver desconhecimento sobre o trabalho dos vereadores e que mostrará independência para votar os temas, mesmo os que possam ter relação com interesses do Flamengo. Ele diz que não foi eleito eleito com o apoio de nenhum grupo específico e prometeu cumprir um mandato em benefício das causas cariocas.



"Se tem alguém imparcial na Câmara, esse alguém sou eu. A ação dos vereadores é de muita conversa e acordos entre partidos. Eu durmo tarde e acordo cedo, sou uma máquina trabalhando. Agora, se eu estiver de folga e for ao treino no Ninho no sábado, isso é problema meu. Se eu tiver um impacto até na minha saúde, também é problema meu. Tenho de estar presente nas votações e nos momentos em que a Casa precisar. Se o Flamengo perder um campeonato é por minha causa? Perde porque é esporte, porque se ganha, perde e empata."

Sexto candidato com mais votos no pleito de 2020 (40.938), Braz foi eleito para a Mesa Diretora . Assim, será segundo secretário e terá papel importante para o funcionamento do dia a dia parlamentar. Ele sabe, no entanto, que a fiscalização será maior sobre ele por conta de seu protagonismo no Flamengo. Questionado se há "fogo amigo" vindo da política do clube, o vice-presidente disse não ter planos para a presidência do clube.



"Se tem alguém como uma lupa em cima na Câmara serei eu, minhas responsabilidades serão maiores ainda. Não serei candidato no Flamengo, é uma preocupação que não precisam ter. Vou ser visado dos dois lados, foi uma opção de vida", encerrou.

Longe dos campos desde o empate sem gols contra o Fortaleza , no dia 26 de dezembro, o Flamengo segue sua preparação para o jogo contra o rival Fluminense . Nesta quarta-feira (6), a equipe encara o Tricolor às 21h30, no Maracanã, para manter o sonho pelo título do Brasileirão . Com um jogo a menos, o time está a sete pontos do líder São Paulo , que visita o Red Bull Bragantino .


- // -

> Veja as últimas informações sobre o Mengão em nossa página principal, Clique Aqui



Fonte: https://www.uol.com.br/esporte/futebol/ultimas-noticias/2021/01/04/braz-nega-conflito-entre-fla-e-camara-nao-contrato-jogadores-para-o-rio.htm

CURTA NOSSA PÁGINA



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário