sexta-feira, 6 de novembro de 2020

Seleção desfalcará clubes por 73 dias e até 19 jogos do Brasileirão em 2021



Em 2021, a seleção brasileira vai reunir os jogadores por até 73 dias, contando as datas-Fifa para partidas das Eliminatórias e a Copa América adiada de 2020 que será disputada no meio do ano na Colômbia e na Argentina.



Os times brasileiros com convocados não poderão escalar seus atletas em 16 rodadas do Brasileirão , ou seja, quase um turno inteiro, isso se levar em conta que o profissional atue no dia seguinte ao que defendeu a seleção. Se for impossível por logística, aumentam mais três jogos chegando ao número mágico de 19 confrontos de um turno.

Haverá perda também nos jogos de ida e volta das oitavas de final da Copa do Brasil, em junho, quando o Brasil jogará excepcionalmente as Eliminatórias, uma provável perda na ida da semifinal da Copa do Brasil, já em setembro, e duas ou três datas de Estaduais, menos importantes, em março.



Nesta sexta-feira (6) a polêmica do desfalque de times brasileiros por convocações para a seleção voltou à tona com Pedro sendo chamado por Tite para os confrontos de 13 e 17 de novembro contra Venezuela e Uruguai, respectivamente, pelas Eliminatórias. O flamenguista foi lembrado porque Neymar se apresentará machucado. Diferentemente da Europa e da Conmebol, a CBF não para seu calendário nas datas-Fifa, portanto há coincidência de jogos da seleção e de clubes.

O ano que vem será atípico por causa da Copa América, por isso uma quantidade maior de dias convocados e de jogos perdidos. Tite convocará para 22 a 30 de março, nas Eliminatórias, e os times poderão perder atletas em duas ou três rodadas dos Estaduais, dependendo de o convocado atuar no dia seguinte ao de servir à seleção.



Mas o maior período de convocação será no meio do ano: um jogador pode desfalcar seu clube de 31 de maio a 10 de julho, emendando dois confrontos de Eliminatórias nas datas-Fifa de 31 de maio a 8 de junho com a Copa América, que será de 11 de junho a 10 de julho — o Brasil estreia dia 13 de junho, em Medellín, contra a Venezuela. Poderão ser 41 dias portanto desde que a seleção chegue até a decisão da Copa América.

A Fifa elaborou mais 24 dias de janelas nos meses setembro (31 de agosto a 7 de setembro), outubro (4 a 12) e novembro (8 a 16), o que fará atletas convocados perderem de seis a nove jogos da Série A do Brasileiro dependendo, novamente, de opção do clube de colocar seu jogador em campo 24 ou 48 horas depois de defender a seleção.


- // -

> Veja as últimas informações sobre o Mengão em nossa página principal, Clique Aqui



Fonte: https://www.uol.com.br/esporte/futebol/colunas/marcel-rizzo/2020/11/06/selecao-desfalcara-clubes-por-73-dias-e-ate-19-jogos-do-brasileirao-em-2021.htm

CURTA NOSSA PÁGINA



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário