quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Mauro Cezar: "Mesmo displicente, Flamengo vence Fluminense com nova formação de Domènec"



Diziam que Domènec Torrent só joga com dois pontas abertos, mas em partidas recentes ele retornou Everton Ribeiro à faixa direita do campo, como ele gosta de atuar, um armador pelo lado que busca a faixa central do campo. Contra o Fluminense, além do camisa 7 em seu habitat, o técnico que veio da Espanha pôs Diego no meio e abriu Arrascaeta pela esquerda. Três meias, nenhum ponta, nada de atacante veloz pela lateral do gramado. Outro formato, outra proposta, outra vitória, a quarta consecutiva, 2 a 1 no Fluminense.


Na primeira etapa os rubro-negros marcaram pressão no campo tricolor, fizeram 1 a 0 aos 8 minutos com Filipe Luís, ampliou com Gabigol aos 34, ambos aproveitando rebatidas do goleiro Muriel e recebendo com o rebote com liberdade no lado esquerdo. Um novo formato do time de Dome no sexto Fla-Flu de 2020, o primeiro do catalão e também o pior para o time de Odair Hellmann. Se os tricolores dificultaram o velho rival nas partidas decisivas da Taça Rio e do Campeonato Carioca, desta vez o roteiro foi diferente.


Fred veio do banco no segundo tempo após 45 minutos nos quais a melhor chance de sua equipe foi um chute de Wellington Silva à direita de Gabriel Batista. O cenário não se alterou, mesmo com o Fluminense saindo mais, tentando atacar, tentando jogar. O Flamengo tinha o jogo sob controle, desperdiçou algumas jogadas por capricho e até mesmo displicência, levou o gol de Digão em erro de Gustavo Henrique (não foi a única)..

Vitória tranquila que o placar não traduz. Quem nas últimas semanas falou no rodízio de Domènec Torrent terá que procurar outro assunto.


Fonte: https://www.uol.com.br/esporte/futebol/colunas/mauro-cezar-pereira/2020/09/09/mesmo-displicente-flamengo-vence-fluminense-com-nova-formacao-de-domenec.htm

CURTA NOSSA PÁGINA




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário