quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

PVC revela como 'confusão' travou a negociação entre Flamengo e Goiás por Michael



Nem mesmo um encontro entre os dirigentes de Flamengo e Goiás na última quarta-feira (08), em um hotel em São Conrado, na zona sul do Rio de Janeiro, foi capaz de destravar uma confusão que travou a negociação entre ambos por Michael. Segundo informações apuradas por Paulo Vinicius Coelho, comentarista dos canais FOX Sports, e divulgadas em seu blog no portal UOL, um entendimento passado ao Rubro-Negro no início as conversas emperrou as tratativas.

De acordo com PVC, o Goiás definiu: quer receber 7,5 milhões de euros (cerca de R$ 34 milhões) por sua parte nos direitos do atacante. Detentor de 75% dos direitos de Michael, o Esmeraldino entende ser esse o valor para negociar sua parte. E total, no entanto, não comtempla os 5% correspondentes ao Goianésia, que detém uma parte dos direitos do jogador.

Segundo Paulo Vinicius Coelho, a informação passada aos dirigentes do Flamengo no início das negociações por Eduardo Maluf, empresário do atacante, dava conta que o Goiás negociaria Michael por 7,5 milhões de euros, mas que o valor corresponderia a 80% dos direitos do jogador. O Goianésia, segundo PVC, não faz questão de receber sua parte neste momento. O Esmeraldino, no entanto, não abre mão de 7,5 milhões de euros por seus 75% nos direitos econômicos da revelação do último Brasileirão.

Sem um acordo na última quarta-feira, os dirigentes do Goiás retornaram a Goiânia no início da madrugada, e Michael se reapresentará ao clube nesta quinta-feira.


Fonte: Fox Sports

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário