quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Obcecado por trabalho, Jesus se dedica ao Fla e recebe reconhecimento da torcida



Diz a Bíblia, no livro de Gênesis, que até Deus, depois de criar a Terra, descansou ao sétimo dia. Já Jorge Jesus, técnico do Flamengo, nem se dá ao luxo de tirar uma folguinha. Enquanto os jogadores foram liberados na segunda-feira, após a vitória sobre o Palmeiras, ele usou o tempo livre para acompanhar no Maracanã a derrota do Fluminense para o Avaí, próximo adversário no Campeonato Brasileiro.



Obcecado por trabalho, o português se dedica ao Rubro-Negro em tempo integral. A sede por vitórias é tanta que, mesmo ganhando por 3 a 0 no domingo, ele chegava a invadir o campo para cobrar os jogadores. O empenho foi reconhecido pela torcida, que ovacionou o técnico.

"Ouvi o canto: "Mister, Mister"... é por eles (torcedores) que trabalho todos os dias. Não digo que passo 24 horas trabalhando, pois tenho que dormir, mas pelo menos 18 horas do dia eu estou pensando no Flamengo", explicou.



Intenso como é, Jesus exige a mesma dedicação do grupo nos treinos e em campo. Um dos seus pedidos na chegada ao Flamengo foi a instalação de um relógio de ponto para controlar o horário de chegada e saída de cada um, que só não foi acatado porque é proibido pela legislação.

"Mister não descansa, está sempre em busca de informações. Nós também. Desse jeito que estamos trabalhando", brincou o meia Gerson.

Mudanças no time

Sem Arrascaeta, Bruno Henrique e Rodrigo Caio — além do reserva Berrío —, Jesus se vê obrigado a fazer mudanças no time que enfrentará o Avaí, sábado, no Mané Garrincha. O meia Reinier deve estrear como titular. Vitinho, que não joga desde julho, substituirá Bruno Henrique. Na zaga, Rhodolfo é o mais cotado para jogar ao lado de Pablo Marí.


Fonte: https://odia.ig.com.br/esporte/flamengo/2019/09/5678460-obcecado-por-trabalho---jesus-e-so-dedicacao-ao-fla.html

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário