terça-feira, 30 de abril de 2019

No reencontro do Flamengo com Guerrero, Arão alerta: 'Marcar firme e sem dar espaço'



Paolo Guerrero vai reencontrar pela primeira vez o Flamengo e os ex-companheiros desde que deixou o clube, em 10 de agosto de 2018. Contratado pelo Internacional, o peruano é uma das principais preocupações da defesa rubro-negra, que viaja a Porto Alegre para encarar o Colorado nesta quarta-feira, às 16h, no Beira-Rio, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.



O volante Willian Arão afirmou que a zaga precisa estar atenta e não ceder espaços ao camisa 9, um velho amigo e conhecido do grupo.

– Não conversei com ele não. Jogamos juntos no Corinthians e nos reencontramos aqui. É um grande jogador. É marcar firme e sem dar espaço para ele. O Rodrigo Caio não vai jogar e era o único que não estava aqui ano passado – disse o jogador na entrevista coletiva desta terça-feira.

– Quem entrar, o pessoal da zaga sabe que não pode dar espaço para ele, não só para ele como para todo o time do Inter, que é um time perigoso, com ataque forte, e temos que estar bem atentos para não darmos espaço para eles.



Arão não quis opinar diretamente se Guerrero deixou saudades no ataque. Preferiu jogar a resposta para torcida do clube:

– O torcedor pode responder. O que eu posso falar que ele é um grande jogador, grande companheiro. Sabíamos da importância que ele tinha para o time. Hoje temos jogadores com características diferentes – falou.

CONFIRA OUTROS TRECHOS DA ENTREVISTA:

Jogar fora de casa

É mais difícil jogar na casa do adversário. Mas os gramados do Beira-Rio, Morumbi e no campo do Peñarol são ótimos. Estádios que podemos colocar nosso toque de bola. É difícil, mas podemos buscar os resultados fora de casa.



Poupar jogadores

Esse negócio de poupar é com Abel. Sem dúvida temos um desgaste, não somos robôs. Mas estamos muito bem preparados, fizemos uma boa pré-temporada boa. Se o Abel quiser, estaremos preparados. Quem entrar vai estar 100%. Temos um elenco forte.

Derrota para LDU

Começamos bem contra a LDU. Fizemos um bom jogo até sofrermos um gol. As pessoas esquecem que tem altitude. Não que seja uma desculpa. Contra o Cruzeiro tivemos as chances, marcamos melhor e aproveitamos.

Estreia no Brasileiro

Sabemos da nossa capacidade. Sabemos que podemos fazer uma boa campanha, se o título vai vir e outra coisa. Mas sabíamos que começar bem o Brasileiro era importante. Saímos atrás e mostramos poder de reação. A forma como jogamos nos dá confiança.


Fonte: https://extra.globo.com/esporte/flamengo/no-reencontro-do-flamengo-com-guerrero-arao-alerta-marcar-firme-sem-dar-espaco-rv1-1-23631933.html

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário