quinta-feira, 11 de abril de 2019

Após susto no primeiro tempo, Fla deslancha no segundo e goleia o San José



Após um primeiro tempo que fez a torcida sofrer alguns sustos, o Flamengo superou algumas vaias do intervalo e deslanchou no segundo tempo, goleando o San José-BOL por 6 a 1, no Maracanã. Os gols foram de Diego, Everton Ribeiro (2), Arrascaeta, Vitinho e Pará - Saucedo fez para o rival. Mesmo com um a mais desde os 5min da primeira etapa, o rubro-negro levou alguns sustos do time boliviano e deixaram a torcida impaciente no intervalo.



A equipe de Abel Braga se mostrou desorganizada em diversos momentos, sobretudo defensivamente. No fim, o resultado veio mais pela fragilidade adversária do que por um bom desempenho do time da Gávea.

Com o resultado, o Flamengo chegou aos nove pontos no Grupo D e pode se classificar já na próxima rodada. Para isso, basta empatar com a LDU-EQU, dia 24 de abril, em Quito. Caso perca, a decisão da vaga ficará para a última rodada, quando terá um difícil duelo contra o Peñarol-URU, fora de casa.

Fla consegue o que queria logo no início
Como já se esperava, o Flamengo partiu para cima do San José logo no início da partida e conseguiu rapidamente o que queria. Aos 3min, o escanteio foi cobrado pela direita. Bruno Henrique desviou na primeira trave e Diego cabeceou para o fundo do gol. Festa da torcida no Maracanã e cenário favorável logo de cara.



San José tem jogador expulso aos 5min
O panorama melhorou aos 5min. Toco era o último homem e foi expulso por falta em Bruno Henrique. O Flamengo ficou com um jogador a mais diante de um adversário que aparentemente não tinha força para impor qualquer dificuldade.

Mas o Flamengo levou sustos mesmo assim...
Com um cenário absolutamente favorável, o Flamengo até produziu, mas pouco para o que se esperava por conta das condições. O time teve chances de ampliar o placar e não o fez. Pelo contrário. Tomou o empate aos 18min, em gol irregular de Saucedo com impedimento na origem da jogada, e quase sofreu outro gol do atacante nos minutos finais da etapa inicial.

Everton Ribeiro coloca Fla na frente, mas longe de empolgar
Diante de um adversário mais fraco, o Flamengo fez o mínimo que se esperava e saiu para o intervalo em vantagem no placar. Aos 31min, o time encaixou rápido contra-ataque através da dupla Everton Ribeiro e Bruno Henrique. Coube ao primeiro tirar do goleiro e deixar o Rubro-negro em vantagem. Mesmo assim, a equipe foi para o vestiário escutando algumas vaias de torcedores mais exigentes.



Arrascaeta faz golaço e dá tranquilidade ao Flamengo
Ovacionado pela torcida, Arrascaeta trouxe a tranquilidade que o Flamengo precisava aos 11min do segundo tempo. Everton Ribeiro deu belo passe para o uruguaio dentro da área. Ele dominou no peito, cortou para o pé direito e chutou forte para delírio dos rubro-negros. Foi o suficiente para obter o resultado desejado.

Everton Ribeiro, Vitinho e Pará fecham o placar
Com o placar resolvido, o Flamengo teve um pouco mais de tranquilidade para jogar e foi capaz de assinalar mais dois gols. Everton Ribeiro fez aos 34min e Vitinho, de pênalti, marcou aos 37min. Pará ainda marcou aos 43min. Decretando a goleada do rubro-negro selando definitivamente a paz com a torcida que festejou com o time a vitória.

FLAMENGO 6 X 1 SAN JOSÉ-BOL
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Piero Maza (CHI)
Auxiliares: Christian Schiemann (CHI) e Claudio Ríos (CHI)
Cartões amarelos: Willian Arão (Flamengo); Rodríguez (San José-BOL)
Cartão vermelho: Toco (San José-BOL)
Gols: Diego, aos 3min do primeiro tempo; Saucedo, aos 18min do primeiro tempo; Everton Ribeiro, aos 31min do primeiro tempo e aos 34min do segundo tempo; Arrascaeta, aos 11min do segundo tempo; Vitinho, aos 37min do segundo tempo; Pará, aos 43min do segundo tempo

Flamengo
Diego Alves; Pará, Rodrigo Caio, Léo Duarte e Renê (Trauco); Cuéllar, Willian Arão e Diego (Vitinho); Arrascaeta, Everton Ribeiro (Lucas Silva) e Bruno Henrique
Técnico: Abel Braga

San José-BOL
Lampe; Juárez (Rojas), Rodríguez, Toco e Jair Torrico; Ovando, Didi Torrico e Gutiérrez; Sanguinetti, Ramallo (Marcelo Gomes) e Saucedo (Alessandrini)
Técnico: Miguel Ponce





Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário