domingo, 31 de março de 2019

ATUAÇÕES: César, Arrascaeta e Vitinho brilham em título do Fla



Goleiro foi seguro e pegou uma cobrança de pênalti, uruguaio garantiu o empate e ainda converteu sua penalidade, assim como o meia-atacante, que ainda fez boas jogadas



Com boa dose de emoção, o Flamengo conquistou a Taça Rio ao vencer o Vasco nos pênaltis, neste domingo, no Maracanã. Os principais destaques do Rubro-Negro foram o goleiro César, que foi seguro no jogo e ainda pegou uma penalidade, além de Vitinho e Arrascaeta, que empatou a partida em 1 a 1 nos acréscimos e ainda converteu sua penalidade. Confira as notas do LANCE! (Carlos Bandeira de Mello)

César - 7,5
Demonstrou consciência na meta. O goleiro foi bem quando foi exigido e ainda colocou sua habilidade com os pés à prova. Não teve culpa no gol sofrido. Pegou uma cobrança de pênalti.

Rodinei - 4,5
Procurou dar mobilidade pelo lado direito, mas também teve que se preocupar com a marcação. Deste modo, o jogo ficou sobrecarregado. Nos pênaltis, foi superado por Fernando Miguel.

Thuler - 5,5
O camisa 26 mostrou segurança nos desarmes e quase balançou a rede em cabeçada. Não comprometeu atrás



Rhodolfo - 6,0
O capitão do Flamengo atuou como ‘xerife’, auxiliando seu companheiro e mostrando os atalhos. Não foi brilhante, mas também fez o simples.

Trauco - 6,0
A partida ficou concentrada pelo lado direito e não teve muitas chances para armar as jogadas. Na defesa, se saiu bem, sem comprometer a zaga.

Hugo Moura - 6,0
Mais recuado, mostrou agir com cautela para não cometer muitas faltas. Cumpriu bem sua função sem assustar a zaga.

Ronaldo - 6,5
Atuou como um volante moderno. Boa participação na defesa e no ataque, com passes rápidos e criou oportunidades de gols, mas que não foram à rede.



Arrascaeta - 7,5
Responsável pela criação, o uruguaio não teve eficiência nos passes no início, mas cresceu ao longo do jogo e acabou fazendo o gol de empate já nos acréscimos.

Lucas Silva - 5,5
Tentou aproveitar o que tem de melhor: a velocidade para assustar os adversários, mas foi muito marcado e afobado em alguns lances.

Uribe - 6,0
Apagado. O atacante ficou isolado e não conseguiu receber nenhuma bola em condição de arriscar para a meta vascaína. Para compensar, foi frio na cobrança de pênalti.

Vitinho - 7,5
Mostrou que queria balançar a rede. Teve dois chutes perigosos, mas parou em Fernando Miguel. Procurou usar a velocidade para acelerar o jogo. Converteu sua penalidade.



Vitor Gabriel - 6,0
Entrou para dar mais velocidade e assustou a zaga vascaína em dois lances, mas nada além disso. Foi regular.

Bill - 7,0
Deu outra cara ao jogo. Com velocidade, em lance pela direita, o garoto cruzou e deu assistência para Arrascaeta levar a partida para os pênaltis.

Vinicius - sem nota
Entrou e teve pouco tempo para mostrar seu futebol e ser avaliado.

Leomir de Souza - 7,0
Com Abel Braga no departamento médico, comandou o time, manteve a mesma intensidade e capacidade de reação para levantar o caneco.


Fonte: https://www.lance.com.br/flamengo/atuacoes-final-taca-rio.html

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário