Flamengo atinge marca inédita nas redes sociais




O Flamengo atingiu 50 milhões de seguidores nesta segunda-feira em todas as redes sociais. Segundo informa o Lance! essa é uma conquista de relevância para a indústria esportiva internacional, que posiciona o clube carioca como um dos clubes mais populares do mundo e fortalece sua liderança nesse aspecto na América Latina.


O estudo foi publicado pelo instituto IBOPE Repucom e inclui cinco grandes redes sociais: Facebook, Instagram, TikTok, Twitter e YouTube.

Seguidores do Flamenco: 

Facebook - 13,1 milhões 
Instagram - 15,2 milhões 
TikTok - 5,4 milhões 
Twitter - 9,7 milhões 
YouTube - 6,57 milhões 
TOTAL - 50 milhões


Com esse resultado, o Flamengo se firma entre os times com maiores bases digitais do futebol mundial. Segundo o IBOPE Repucom, o Rubro-Negro ocupa a 13ª posição entre os clubes mais populares do mundo sendo o primeiro clube fora da Europa e à frente dos gigantes Inter de Milão (ITA) e Atlético de Madrid (ESP).


- Avalio que estamos no caminho certo. Nos últimos três anos, mais que dobramos o número de seguidores das nossas redes e ampliamos nossa liderança em relação aos demais clubes brasileiros. O conceito básico para este sucesso tem sido gerar muito conteúdo relevante e exclusivo para a nossa Nação. Isto, somado à presença nas mais diversas redes (incluindo conteúdo em outras línguas), sem dúvida, garantirá o nosso crescimento constante - disse Gustavo Oliveira, vice-presidente de Comunicação e Marketing do Flamengo, ao LANCE!.

Evolução nos últimos anos e margem de crescimento

Até setembro de 2017, o Corinthians liderava o ranking digital, com um número inédito de 19 milhões de assinaturas em suas redes. Em outubro de 2018, o Flamengo assumiu a liderança e passou a disputar todos os meses contra rivais paulistas pelo título de clube de futebol mais seguido do país.


A temporada 2019, principalmente após a conquista da Libertadores e do Brasileiro, aumentou o número de seguidores do Flamengo nas redes sociais. Além disso, o clube ampliou a distância com o Corinthians, que atualmente tem 31 milhões de torcedores.

- Ainda há muito espaço para crescimento. O estudo divulgado no primeiro semestre de 2022 pela Kantar IBOPE Media mostra que 68% dos 155,76 milhões de internautas brasileiros, o que representa um universo de quase 106 milhões de pessoas, se consideram fãs de futebol. Neste contexto, mesmo não sendo necessariamente flamenguistas, eles podem se interessar em acompanhar o clube - projeta Arthur Bernardo Neto, diretor de Desenvolvimento de Negócios do IBOPE Repucom.

Especialista alerta para importância do engajamento


A contagem total de seguidores é motivo de comemoração, mas não o aspecto mais relevante do negócio. Do ponto de vista da mercadologia as marcas estão mais preocupadas com a qualidade do que é oferecido nas mídias sociais e com a taxa de engajamento de seu público.

Especialista em marketing esportivo e sócio da agência BP Sports, Bernardo Pontes avalia que o Flamengo identificou essa importância e encontrou soluções para alcançar bons índices de engajamento. Para o empresário, inclusive, o trabalho do Rubro-Negro "deve ser visto com bons olhos pelos outros clubes".

- Não adianta você ter um milhão de seguidores se você não tem o engajamento em cima desse público. O Flamengo identificou isso e tem hoje um alto número de publicações por dia. A todo momento, o clube está em contato com o torcedor, seja através das interações ou dos compartilhamentos. O Flamengo é uma máquina de gerar conteúdo e tem uma estratégia diferente para cada rede, além de conseguir segmentar o conteúdo para públicos específicos - explicou Pontes.


Os levantamentos do perfil "Deportes & Finanzas" corroboram com a visão de Bernardo Pontes. O Flamengo lidera várias atividades de mídia social no futebol brasileiro. No Twitter, por exemplo, o clube é líder nesse quesito nas Américas há 56 dos últimos 60 meses, além de estar entre os 5 melhores do mundo.

- Isto é um trabalho contínuo e que está acontecendo no nosso dia a dia. Hoje temos uma FlaTV economicamente autossuficiente e as nossas redes sociais já geram um faturamento direto importante para o clube. Além disso, a força do engajamento tem permitido um aumento significativo dos valores dos ativos promocionais do clube. O Flamengo de hoje vende não apenas a exibição da marca do patrocinador na camisa, por exemplo, mas todo um envolvimento do parceiro com os mais de 45 milhões que formam a Nação - finalizou Gustavo Oliveira.

Imagem: Divulgação

- // -

Clique aqui para ver mais notícias do Fla

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.