Marcos Braz diz qual a 'condição' para Neymar jogar no Flamengo: 'Se ele fizer, é possível'



Em entrevista ao Charla Podcast, o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, foi sincero sobre a possibilidade do atacante Neymar, do PSG, jogar um dia pelo Rubro-Negro.

De acordo com o dirigente, isso só seria viável se houvesse uma "movimentação" do lado do atleta para atuar pela equipe da Gávea.


"Eu acho que o caso específico do Neymar, hoje, é completamente fora do possível quando você analisa situações normais de mercado. Agora, passa uma Copa do Mundo, Neymar ganha uma Copa e fala: 'Vou morar seis meses no Brasil, em Mangaratiba [cidade do Estado do Rio onde o atleta possui casa], quero jogar no Flamengo...'. Se ele fizer essa movimentação, é possível. Se ele não fizer essa movimentação, eu afirmo que é impossível", disse Braz.

Braz também lembrou os altos custos que envolvem a contratação dos astros da bola, mas salientou que, num futuro próximo, há a possibilidade do Fla ter "musculatura" para contar com nomes de peso mundial.


"O jogador tem que abdicar de muita coisa (para jogar no Brasil). Não que eu queira desmerecer as grandes contratações lá atrás, mas hoje se tem mais travas em relação ao mercado, uma mídia alternativa que antes não tinha. Eu não sei, por exemplo, quanto custa cada postagem do Cristiano Ronaldo, do Messi. Quer dizer, você não tinha esse mercado lá atrás. Eu acho que é difícil", explicou.

"Agora, o Flamengo está se estruturando, cada vez mais criando musculatura em todos os níveis e áreas. Talvez um pouco mais na frente, se fizesse essa pergunta, eu estaria respondendo diferente", argumentou.

Neymar, atualmente com 30 anos, tem contrato com o PSG até o meio de 2025.

O brasileiro é dono de um dos maiores salários do mundo, ao lado de outros astros do Paris, como Lionel Messi e Kylian Mbappé.

Fonte: ESPN
Imagem: Divulgação

- // -

Clique aqui para ver mais notícias do Fla

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.