Flamengo inicia reformulação silenciosa já de olho em cara nova para 2023


Imagem: Divulgação



Uol: A fase é tão boa que, para muitos, passa desapercebido, mas de maneira silenciosa, o Flamengo tem feito uma reformulação no elenco que, até o momento, não só evitou algum tipo de queda de rendimento como elevou o desempenho sob o comando do técnico Dorival Júnior.



Nesta janela de meio de ano, por exemplo, deixaram o clube, até o momento, o zagueiro Gustavo Henrique e o volante Willian Arão , ambos para o Fenerbahçe, da Turquia, equipe que hoje é comandada pelo ex-treinador rubro-negro Jorge Jesus.

E ontem (26), em negociação meteórica, o Rubro-Negro encaminhou a saída do atacante Vitinho para o Al Ettifaq, da Arábia Saudita. O jogador já está em clima de despedida no Ninho do Urubu e deve oficializar a transferência em breve. Anteriormente, já haviam saído o lateral direito chileno Isla e o volante Andreas Pereira.


"Nós tivemos saída de jogadores que vinham sendo importantes e titulares. Arão, Isla e Andreas saíram, e Bruno Henrique e Rodrigo Caio se lesionaram. Em um mês, perdi cinco jogadores e com a chegada dos jogadores, a exceção do Vidal e do Cebolinha, não tivemos o tempo necessário com os outros reforços [Pulgar e Varela]", disse o técnico Dorival Júnior após a classificação sobre o Athletico-PR nas quartas de final da Copa do Brasil.

Tanto Arão quanto Vitinho eram dois jogadores que estavam desgastados com a torcida após a sequência de temporadas no clube, e uma mudança de ares foi bem vista por ambos os lados.


Ao mesmo tempo, o Flamengo trouxe reforços pontuais que mantiveram o equilíbrio da equipe, casos do atacante Everton Cebolinha e do renomado volante Arturo Vidal.

Outros que chegaram foram o volante chileno Erick Pulgar e o lateral direito uruguaio Varela . Estes dois, porém, ainda não estrearam.

Alves, Ribas e Rodinei devem sair

No fim da temporada, uma nova remessa de jogadores com mais tempo de casa deverá deixar o Flamengo, casos do goleiro Diego Alves, do volante Diego Ribas e do lateral direito Rodinei, trio multicampeão pelo clube.


Alves e Ribas perderam espaço na equipe, sendo que o segundo já até declarou que sairá quando encerrar o ano. A tendência é a de que ele atue no exterior.

O caso de Rodinei é que ainda enfrenta nuances. Sua saída, até pouco tempo, era dada como certa, mas com o técnico Dorival Júnior o jogador se transformou em um dos principais destaques do time e a diretoria passou a reavaliar uma possível renovação de contrato. Paralelamente, o jogador se valorizou no mercado e desperta o interesse de outras equipes do Brasil e do exterior.

Em todo caso, a movimentação das chegadas de Vidal, Cebolinha, Varela e Pulgar já são um indicativo das reposições que o Rubro-Negro planeja.


Custo x lucro

Nadando em um rio de austeridade, o Flamengo pôde se dar ao luxo de gastar bem mais do que lucrar nesta janela. Vidal e Varela não tiveram custos em suas chegadas, mas por Everton Cebolinha o clube pagou cerca de R$ 68 milhões e por Pulgar cerca de R$ 15 milhões.

Entre as saídas, Willian Arão rendeu R$ 16 milhões e Gustavo Henrique R$ 7,4 milhões. No entanto, caso o zagueiro cumpra metas, o Fenerbahçe terá uma cláusula de compra obrigatória no valor de mais R$ 7,4 milhões.

Já em relação a Vitinho, o Flamengo não deverá receber valores pela venda aos árabes, porém, manterá 35% dos direitos econômicos do atleta em caso de negociação futura. Seu contrato com o Rubro-Negro iria até dezembro deste ano e ele poderia sair de graça.


- // -

Clique aqui para ver mais notícias do Fla



Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.