quinta-feira, 16 de junho de 2022

Dorival explica mudanças no Flamengo e exalta reencontro com a torcida: 'Sensação indescritível'




Lance!: A vitória do Flamengo sobre o Cuiabá por 2 a 0 nesta quarta-feira, em partida válida pela 12ª rodada do Brasileirão, marcou o reencontro de Dorival Júnior com a Nação. Dessa forma, durante a coletiva de imprensa, o treinador falou sobre a diferença de jogar contra e a favor da torcida rubro-negra e comemorou o retorno ao clube da Gávea após quase dois anos.



- Só estando ali à frente para as pessoas terem uma ideia do que é você estar contra essa torcida e estar a favor dela. É uma sensação indescritível, não tem como mensurar. Eu fico muito feliz de poder estar voltando aqui pela terceira vez. Espero poder, nesse retorno, completar esse ciclo.

- Nunca tirei da minha cabeça, em momento nenhum da minha carreira, mesmo nas duas oportunidades que aqui passei, eu sempre tive comigo que em algum momento voltaria ao Flamengo. Graças a Deus acabou acontecendo e espero poder dedicar tudo o que adquiri ao longo desses anos como experiência nesse momento que, para mim, será importantíssimo e talvez um diferencial na minha carreira.



Agora, o Flamengo vira a chave para enfrentar o Atlético-MG, às 16h do próximo domingo, no Mineirão. A partida é válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro e terá transmissão em tempo real do L! .

Veja mais declarações de Dorival:

MUDANÇAS NA ESCALAÇÃO
- Nós temos que repensar essa situação de titularidade. O que eu vejo aqui é que teremos competições muito complicadas, uma sequência ilógica até de jogos. Com isso, nós temos que ter um grupo que dê uma resposta. Em algum momento, dois, três, em outros quatro, cinco jogadores terão que ser mudados pela sequência, por aquilo que vem sendo apresentado, pela disposição de um adversário, pela forma como um adversário se comporta.



- Acho que nós temos que encontrar isso, um equilíbrio que nos dê a possibilidade de estarmos com todos os jogadores atuando, em condições, concentrados e focados naquilo que estejamos fazendo. Então, falarmos de titularidade de um ou de outro... acho que é desnecessário nesse momento. Vamos deixar que as coisas caminhem.

OPÇÕES NO GOL
- A mesma coisa, nós temos três ótimos goleiros, além dos garotos da base que estão sendo preparados. A qualquer instante, poderemos ter um ou outro atleta jogando. Eu fiz isso nas últimas equipes que estive. Acho que esse tipo de convivência é necessária, o titular vai ser o que no momento esteja em melhores condições físicas, tecnicamente e taticamente, principalmente os jogadores de linha.



ESQUEMA TÁTICO DO FLAMENGO É O 4-3-3?
- Depende, isso daí é um esboço inicial. Não é um sistema engessado que você vai atacar apenas no 4-3-3, não. Para um sentido de marcação, sim, talvez sim, mas além disso, não. Eu tenho jogadores de mobilidade e movimentação, de aproximação. Não posso fazer com que jogadores fiquem estáticos em determinadas funções e posições. Eu quero que eles tenham liberdade.

- A obrigação de um treinador é fazer com que a sua equipe chegue ao último terço do campo. A partir dali, é com eles. É o improviso, é o momento, é a jogada genial, é a troca de passes, é a tabela, as triangulações. Acho que é isso que faz a diferença de uma equipe. Eu quero todos atrás da bola no momento em que estamos defendendo e todos que puderem estar da linha para frente da bola nos momentos de ataque serão necessários, desde que estejamos com o posicionamento. Atacar marcando é o ideal para qualquer equipe.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário