domingo, 17 de abril de 2022

Principal diferença entre Paulo Sousa e outros técnicos recentes do Flamengo é exposta e explica problemas no time




Torcedores.com: O técnico Paulo Sousa realizou imposições e fez pedidos à diretoria do Flamengo logo em sua chegada que acenderam o sinal de alerta em um plantel estrelado e acostumado a ter lideranças próprias. Centralizador nas ideias, ele não se preocupou em explicar mudanças e trocas no time a alguns jogadores, o que gerou incômodo.



Segundo publicação do jornal Extra, essa foi a principal diferença em relação a técnicos anteriores, especialmente a Rogério Ceni, campeão brasileiro com a equipe em 2020 e elogiado por seus treinamentos, mesmo que não tenha caído nas graças da torcida. Rogério teria se preocupado em conhecer o elenco, os grupos formados e os principais relacionamentos, para a partir daí implementar novas ideias. Paulo Sousa, por sua vez, viu o choque cultural ser um entrave logo de início, já que não conhecia o futebol brasileiro e o tipo de relação dos jogadores entre si, com a comissão técnica e com a diretoria.

Com um estilo impositivo aos atletas e trabalhando de forma vertical, não deu espaço para trocas a um elenco questionador, que ficou conhecido por discutir futebol com os técnicos anteriores e por ter nomes fortes no plantel. Segundo a publicação, também foi aí que diferenciou dos antigos técnicos do Flamengo. Ele nunca explicou aos jogadores que saíram da equipe o motivo de suas trocas, assim como pouco explanou sua metodologia de trabalho.



Seus principais problemas se deram com Diego Alves, que se tornou terceiro goleiro e não teve uma explicação para ter perdido tanto espaço. Segundo o Extra, também é de conhecimento interno e externo que, na Polônia, com um elenco também estrelado, ele passou por dificuldades semelhantes até conseguir formar a equipe – que no fim das contas conseguiu a classificação para a Copa do Mundo. A diferença é que, por lá, as estrelas eram em menor quantidade e lideradas por uma maior entre todas, que era Robert Lewandowski.

Bruno Henrique e Éverton Ribeiro recuperam espaço no Flamengo

Dois jogadores que haviam perdido espaço no Flamengo com Paulo Sousa, mas que agora vivem outro momento com o treinador são Bruno Henrique e Éverton Ribeiro. O primeiro reencontrou seu bom futebol e entendeu os pedidos do técnico, que exige recomposição mais rápida pelo lado esquerdo. Assim que o camisa 27 compreendeu, voltou à sua posição de origem e tem sido um dos principais atletas do plantel.



Éverton Ribeiro, por sua vez, que vinha atuando como ala pela esquerda, foi outro que voltou a atuar pela direita, posição na qual brilhou pelo Flamengo desde que chegou, conseguiu se tornar peça ofensiva importante e, em campo, mostrou a Paulo Sousa que tem capacidade de realizar seus pedidos no quesito tático, assim como ser fundamental mais próximo ao gol, como fez na Libertadores ao marcar duas vezes na vitória por 3 a 1 sobre o Talleres.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário