segunda-feira, 3 de janeiro de 2022

Sem clubes interessados, Flamengo cogita rescisão do contrato de Piris da Motta; entenda




Torcedores.com: Antes de mais nada, o Flamengo cogita a rescisão do contrato Piris da Motta, válido até dezembro de 2022. O volante foi pouco utilizado na temporada passada, quando terminou o empréstimo ao Gençlerbirligi, da Turquia.



O Torcedores.com apurou que o empresário Isidoro Giménez, que cuida dos interesses do jogador, é aguardado nos próximos dias no Rio de Janeiro para se reunir com a diretoria rubro-negra a fim de selar o futuro do jogador.

Sem clubes interessados no mercado da bola, Piris da Motta conta com outros fatores que jogam contra ele nesse momento: salário alto para um reserva e fora dos planos da nova comissão técnica encabeçada pelo técnico Paulo Sousa.



Ainda segundo apurou a reportagem, internamente há o consenso de que será melhor para o jogador e principalmente para o Flamengo, buscar um acordo do que pagar os salários por mais uma temporada.

Para liberar Piris da Motta imediatamente, o Flamengo deseja a manutenção de 20% dos direitos econômicos. A ideia da diretoria rubro-negra é conseguir lucrar com uma negociação futura na sequência da carreira.



A segunda passagem de Piris da Motta no Flamengo foi um fracasso: seis jogos em 2021, o último deles na derrota por 2 a 0 para o Atlético-GO na última rodada do Campeonato Brasileiro. Foi a única vez, inclusive, que fez uma um jogo completo pelo time no último ano.

Piris da Motta sofreu com problemas físicos. Além disso, ficou três meses inativo por conta de um problema no tendão do tornozelo direito. Ele tem 27 anos e não recebeu propostas para ser reemprestado pelo Flamengo. Enquanto não resolve seu futuro, Piris da Motta irá reforçar o time que vai disputar as primeiras rodadas do Campeonato Carioca.



Flamengo tem prejuízo milionário

O Flamengo pagou US$ 3 milhões (R$ 10 milhões, à época) para contratar Piris da Motta junto ao San Lorenzo, da Argentina. A quantia foi paga na gestão do ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello. É, portanto, umas das contratações mais contestadas do clube nos últimos anos.

Desde 2018, Piris da Motta disputou 57 partidas com a camisa rubro-negra. Nesse ínterim, integrou o elenco que conquistou a Recopa Sul-Americana (2020), a Copa Libertadores da América (2019), a Supercopa do Brasil (2020), o Campeonato Brasileiro (2019) e o Campeonato Carioca (2019 e 2020).


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário