terça-feira, 21 de dezembro de 2021

Multa para tirar Jorge Jesus e sua comissão do Benfica pode chegar a R$ 40 milhões




Por Bruno Andrade | Uol: Um eventual próximo passo de Jorge Jesus neste momento, seja para ser dispensado do Benfica ou contratado pelo Flamengo, tem um custo de aproximadamente 6 milhões de euros (quase R$ 39 milhões). É o valor completo da rescisão de toda a comissão técnica do português, entre eles o auxiliar João de Deus e o preparador Mário Monteiro.



O montante não é impossível para os cofres do Rubro-Negro, mas foge da atual realidade do futebol brasileiro. Por isso, o vice-presidente Marcos Braz e o diretor-executivo Bruno Spindel têm, obviamente, a preferência pela demissão de Jesus, evitando assim qualquer pagamento para os Encarnados.

Uma negociação direta entre os dois clubes, de olho quem sabe numa redução do preço da rescisão contratual de vários profissionais, é uma possibilidade remota, especialmente nos últimos dias, visto que os dirigentes portugueses estão incomodados com a postura dos brasileiros.



Em Lisboa desde sábado, a cúpula flamenguista já passou ao intermediário Bruno Macedo o que pretende oferecer para Jorge Jesus , que, por sua vez, vai analisar a situação e dar uma resposta somente depois dos dois jogos decisivos do Benfica diante do Porto (dia 23, na Taça de Portugal, e dia 30, na Liga). JJ tem contrato vigente até junho de 2022.

Enquanto aguarda uma decisão de Jesus, tratado desde o início como alvo prioritário, o Flamengo tem analisado e conversado sobre outros treinadores portugueses: Paulo Sousa, da seleção da Polônia , e Rui Vitória, recém-demitido do Spartak Moscou . Há ainda a previsão de reuniões com Vítor Pereira, que deixou nesta semana o comando do Fenerbahce , e Carlos Carvalhal, cujo vínculo com o Braga é válido até junho de 2022.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário