quinta-feira, 11 de novembro de 2021

A safra de Mat(h)eus que promete: Garotos do Ninho carregam o mesmo nome e esperança no Flamengo




Por Giovana Marcondes e Luiz Gontijo | GE: Matheuzinho. Matheus Cunha. Mateusão. Matheus França. Matheus Gonçalves. A safra rubro-negra de novos talentos carrega o mesmo nome e futuro promissor no Flamengo. Na base, os Garotos do Ninho vivem dias de glória e deixam suas marcas em cada categoria. Os 'Matheus' são algumas das promessas que se destacam e chamam a atenção do torcedor.



Puxando a fila vem Matheuzinho, que será titular nesta quinta-feira, contra o Bahia. Apesar de não ser revelado no Ninho, o atleta formado no Londrina chegou ao Flamengo em 2019 para compor o elenco da base e aos poucos está se consolidando no profissional.

Aos 21 anos, o jogador divide a lateral-direita com o experiente Mauricio Isla, que frequentemente é convocado para a seleção chilena. O jogador está com seu país neste momento inclusive, e vai ter que cumprir um período de sete dias de quarentena por ter tido contato próximo com uma pessoa que testou positivo para Covid na delegação. Quando Isla está no time, Matheuzinho costuma entrar no segundo tempo para renovar o desempenho físico da equipe.



O jovem de muita intensidade e força já atuou 69 vezes pelo Flamengo, e soma 13 assistências. Recentemente, na partida atrasada contra a Chapecoense, marcou seu primeiro gol com a camisa rubro-negra.

Matheuzinho já adicionou ao currículo dois Campeonatos Cariocas, uma Supercopa e um Campeonato Brasileiro. Em 2020, o Flamengo renovou o vínculo do lateral até 2025 com multa de 70 milhões de euros, cerca de 440 milhões de reais.



O goleiro Matheus Cunha é o segundo mais experiente da lista. O atleta chegou ao Flamengo em 2021, contratado junto ao São Paulo. O jogador nascido em 2001 coleciona passagens pelas seleções de base Sub-15, 17 e 20. No clube carioca, soma 24 jogos pelo Sub-20.

Na última sexta-feira (5), a equipe de Matheus foi eliminada na semifinal do Campeonato Brasileiro. O São Paulo, ex-clube de Matheus, venceu o primeiro confronto em casa por 1 a 0. Na Gávea, o Flamengo tentou buscar a virada, mas encontrou uma marcação forte, e ficou no empate por 1 a 1.



Sucesso no Sub-17 e efetivo no Sub-20. Matheus França é uma das principais promessas da base rubro-negra. O meio-campista recebeu uma valorização no contrato após conquistar o Campeonato Brasileiro Sub-17, e classificar o time para a semifinal da Copa do Brasil na categoria. Autor de 4 gols na vitória por 7 a 3 contra o Palmeiras, o atleta conta em seu novo contrato uma multa rescisória de 100 milhões de euros , aproximadamente 650 milhões de reais.

Matheus já compõe o Sub-20 e teve papel fundamental na vitória de 3 a 0 contra o Vasco, nas quartas de final do Campeonato Brasileiro. Ele foi o autor de dois gols na partida que garantiu o acesso para a semifinal contra o São Paulo. Na partida de ida contra o rival carioca, França também marcou o único gol rubro-negro, em São Januário. Pelo Brasileiro Sub-20 e Copa do Brasil Sub-17, o jogador soma 12 jogos, com 13 gols marcados, e 9 assistências. Em média, o meia tem uma participação direta em gols a cada 35 minutos em campo.



O centroavante Mateus Lima, ou Mateusão - como carinhosamente é conhecido - passou pelo mesmo processo de integração com o Sub-20. Também campeão brasileiro no Sub-17, o atleta foi vice-artilheiro do time na competição, com 7 gols.

Na última terça-feira, o atacante esteve em campo para encarar o São Paulo no jogo de ida da final da Copa do Brasil Sub-17 e marcou um dos gols do Flamengo na vitória por 3 a 1. Desde setembro, o atleta estava em recuperação de uma grave lesão após sofrer com um rompimento no ligamento do tornozelo.



Em março deste ano, Mateusão fez sua estreia no profissional, contra o Nova Iguaçu, pela 1ª rodada do Campeonato Carioca. O Flamengo venceu a partida por 1 a 0 , com golaço de Max, nos acréscimos. Nas redes sociais, o atacante destaca o momento.

O jogador também tem passagens pela seleção brasileira de base. Ele foi campeão do Sul-americano Sub-15 de 2019. Após empate em 1 a 1 com a Argentina, a decisão foi para os pênaltis, e o Brasil venceu por 5 a 3, conquistando o pentacampeonato da competição.



Matheus Gonçalves é o mais novo da lista. Com apenas 16 anos, o meia é visto como promessa na base por conta da intensidade e qualidade técnica desde muito jovem. Recentemente, renovou o vínculo com o Flamengo até 2024. Ele chegou ao clube com 12 anos, num processo de captação comandado por Carlos Noval, atual gerente de transição, e Luiz Carlos, gerente geral da base rubro-negra. Ele acumula passagens pelas Seleções Sub-15 e Sub-17.

Matheus Gonçalves já começou a integrar o time Sub-17 do Flamengo quando tinha somente 15 anos. Apesar do estilo ousado, o jogador concentra maturidade dentro de campo e se apresenta bem para servir aos companheiros. Na temporada, o atleta balançou as redes em oito oportunidades e é um dos destaques do clube carioca no ano.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Alexandre Vidal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário