quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Presidente da maior Organizada descarta protestos e prega apoio ao Flamengo




Coluna do Fla: Na última quarta-feira (27), o Flamengo viveu noite para esquecer e amargou a eliminação na Copa do Brasil. Ao final do confronto, a torcida não poupou críticas a Renato Gaúcho, e as reclamações de rubro-negros nas redes sociais intensificaram o ambiente de crise. Apesar dos problemas, o presidente da Raça Rubro-Negra, maior organizada descartou protestos e pregou apoio ao time.



“Uma vez Flamengo, sempre Flamengo. Estão esperando o que? Que a torcida vai dar porrada, vai quebrar? A historia aqui é outra, campeão. São três jogos de botar mais uma estrela dourada na camisa. Três jogos pra botar mais uma dourada. A gente tem que ter foco, tem que ter apoio. Estou p@to pra car@lh@ também, mas vou apoiar. Quero ganhar a Libertadores? Vou apoiar. Quero avançar no Brasileiro? Tenho chance de ser tri? Essa é minha missão, apoio incondicional. Renato sabe que errou, que errou feio, mas só jogadores, Renato e comissão técnica tiram o Flamengo disso”.

A derrota para o Athletico pode ser considerada como ‘a ponta do iceberg’. A eliminação na Copa do Brasil escancarou novas polêmicas envolvendo departamento médico, problemas com bebidas alcoólicas e uma série de outras dificuldades nos bastidores. Tudo isso com um mês de antecedência para a final da Libertadores.



Para tentar contornar a crise, o Flamengo se concentra no próximo compromisso: o jogo contra o Atlético-MG, considerado a ‘final antecipada’ do Brasileirão, visto que pode decidir o campeonato. E para manter as remotas chances de título, o Mengo precisa vencer a partida do sábado (30). A bola vai rolar no Maracanã, às 19h (horário de Brasília).


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário