segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Mauro Cezar: Flamengo com Renato Gaúcho está se adequando a diferentes momentos




Uol: O técnico Renato Gaúcho não contou com uma série de jogadores importantes no time do Flamengo para o jogo com o Palmeiras , desfalcado de Gabigol, Filipe Luís, Rodrigo Caio e Bruno Henrique, além de perder ainda no primeiro tempo o uruguaio Arrascaeta. Com todos os problemas no time, ele conseguiu manter a sina do clube rubro-negro dos oito jogos anteriores e não só, não perdeu, como bateu o adversário que tinha seu time completo por 3 a 1 no Allianz Parque .



No podcast Posse de Bola #160 , Mauro Cezar Pereira afirma que o técnico Renato Gaúcho soube utilizar a estratégia correta nas circunstâncias em que seu time se encontrava e ressalta o quanto o time do Flamengo, diferentemente do Palmeiras de Abel Ferreira, tem conseguido jogar de acordo com a necessidade da partida, apresentando repertório.

"Acho que para as circunstâncias, com os desfalques, a estratégia do Renato foi correta, muito bem aplicada, ele pela primeira vez derrotou o Abel Ferreira e com muita autoridade. Aí tem um detalhe do Flamengo que eu acho que é importante, que é um positivo, o time está mais adaptável como o pessoal tem dito por aí. Ou seja, se adequando mais a diferentes momentos, isso eu acho ótimo", diz Mauro Cezar.



"Se você está desfalcado, se você está contra um adversário de outro perfil, você conseguir jogar de uma forma diferente é bom, isso é repertório. Se você tem repertório, consegue se adequar a diferentes momentos. Você sai de casa com uma calça clara em um dia de muita chuva para andar pela cidade de São Paulo? Creio que não. O Palmeiras usa a mesma roupa para qualquer tipo de situação, na chuva, no sol, casamento, 15 anos, para ir à praia, é um repertório só, não muda, é impressionante. O Flamengo com o Renato está adaptando realmente", completa.

O jornalista afirma que a forma de atuar do Flamengo favoreceu, por exemplo, a atuação do zagueiro Bruno Viana, que não ficou tão exposto e se mostrou seguro durante o jogo.

"Do Flamengo eu acho que é importante entender que foi uma boa adaptação esse jogo, mas ainda acho que aquele problema de jogos anteriores, do jogo chamado da trocação deve ser evitado, acho que não é bom. Ontem por que o Bruno Viana jogou melhor? Porque o time jogou muito tempo protegido, jogou muito tempo esperando, aí para o Bruno Viana ficou mais fácil", diz Mauro Cezar.

"Quando a zaga joga mais exposta, você tem que ter uma marcação muito forte no campo de ataque, perdeu, tem que recuperar a bola, tem que ter zagueiros rápidos e a armar outra situação, então é interessante saber jogar de diferentes maneiras, isso é bom, mas acho que quando o Flamengo joga com a posse de bola e permite essa coisa de lá e cá, jogo meio Levir Culpi, eu acho perigoso", conclui.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Getty Images

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário