quinta-feira, 27 de maio de 2021

Flamengo varre São Paulo na final e é heptacampeão do NBB




O Flamengo é campeão do Novo Basquete Brasil (NBB) pela sétima vez. Depois de vencer o São Paulo nos dois primeiros jogos da final, o Rubro-Negro tratou de varrer o rival com uma vitória por 93 a 85 nesta quinta no Maracanãzinho, encerrando a série melhor de cinco. Olivinha (18 pontos), Marquinhos (17), Hettsheimeir (15) e Yago (13) foram os maiores pontuadores da equipe do técnico Gustavo De Conti. Pelo lado do Tricolor, Lucas Mariano anotou 22 pontos, três a mais que Dawkins e quatro a mais que Georginho.



Com a conquista do hepta, o Flamengo consolida ainda mais a sua hegemonia no basquete brasileiro. Criado em 2008, o NBB teve apenas quatro campeões. O Brasília, com três títulos, é o segundo maior vencedor. As outras equipes que levantaram o caneco foram o Bauru e o Paulistano, ambos uma única vez.

Início equilibrado
O jogo começou equilibrado, com o Flamengo fazendo 5 a 2 e o São Paulo virando para 7 a 6. Aos quatro minutos, Hettsheimeir acertou bola de três, fazendo 12 a 9 para o Rubro-Negro. Na jogada seguinte, porém, Lucas Mariano devolveu na mesma moeda, igualando em 12 a 12. Aos seis, Yago pontuou, sofreu falta e converteu o lance livre, marcando 17 a 14. O São Paulo sentiu o golpe e passou a ser dominado. A 45 segundos do término, Léo Demétrio ampliou para 26 a 18. O Tricolor ainda descontou com Georginho, numa infiltração, encerrando o quarto com seis pontos de desvantagem: 26 a 20.



Os primeiros pontos do segundo quarto foram marcados por Lucas Mariano. Mineiro respondeu para o Flamengo no lance seguinte. Aos três minutos, Léo Demétrio chutou para três pontos e marcou 31 a 22. O São Paulo não se entregou e foi buscar a reação. Aos quatro, Dawkins diminuiu para 31 a 30. O empate veio segundos depois, novamente com Dawkins, agora numa bola de três: 33 a 33.

Motivado, Dawkins foi para cima da defesa rubro-negra, aos cinco, e sofreu falta no momento do arremesso. Como ele converteu apenas um dos dois lances livres, o placar foi a 34 a 33 para o Tricolor. O Flamengo só foi reagir nos minutos finais do quarto. Após cestas de Chuzito, Mineiro e Olivinha, o marcador foi a 42 a 36 para o Rubro-Negro. Aproveitando o bom momento, o time do técnico Gustavo De Conti administrou os instantes, conquistando a vitória parcial de 45 a 39.



Flamengo abre diferença
O terceiro quarto começou movimentado, e, com três minutos jogados, o placar já era de 50 a 44 para a equipe carioca. Aos quatro, Olivinha acertou bola de três, fazendo 53 a 44. Segundos depois, foi a vez de Marquinhos chutar para três e deixar o Flamengo com 12 pontos de frente - 56 a 44. Aos seis, Yago arremessou livre e marcou 60 a 49. Mesmo com Lucas Mariano bem na partida, o São Paulo não teve forças para se aproximar do empate, encerrando o quarto com uma derrota parcial de 68 a 60.

Jogando o seu tudo ou nada no NBB 2021, o São Paulo iniciou o último quarto arrasador, e, aos dois minutos, Dawkins pontuou e sofreu falta, diminuindo para 70 a 67. O Flamengo só foi acordar quando Olivinha fez 72 a 67. Pouco depois, Marquinhos serviu Olivinha, que deixou o Rubro-Negro com 10 pontos de frente - 77 a 67. A cinco minutos do fim, Georginho acertou bola de três, diminuindo para 77 a 72. Só que Marquinhos, Olivinha e companhia trataram de segurar o ímpeto do Tricolor, levando o Flamengo à incontestável vitória por 93 a 85.



Flamengo: Yago, Lucas Martinez, Marquinhos, Olivinha e Rafael Hettsheimer. Entraram: Léo Demétrio, Jhonatan, Chuzito, Luke Martinez e Mineiro. Técnico: Gustavo De Conti.

São Paulo: Georginho, Bennett, Isaac, Renan e Lucas Mariano. Entraram: Dawkins, Jéfferson e Gerson. Técnico: Cláudio Mortari.

Os jogos da final
Flamengo 96 x 93 São Paulo
Flamengo 82 x 81 São Paulo
Flamengo 93 x 85 São Paulo

- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Fonte: https://globoesporte.globo.com/basquete/nbb/noticia/flamengo-varre-sao-paulo-na-final-e-e-heptacampeao-do-nbb.ghtml
Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário