sexta-feira, 12 de março de 2021

Fla entra em 2021 com parcelas de Pedro, Gabigol, Léo Pereira e Michael a pagar; diretoria mostra tranquilidade



Nos últimos anos, o Flamengo se tornou um dos clubes do Brasil que mais tem investido no elenco. Contudo, devido à pandemia da Covid-19, o Rubro-Negro terá que gerar receitas com vendas de atletas para depois voltar ao mercado do futebol. Vice-presidente de finanças e diretor de finanças, Rodrigo Tostes e Fernando Góes, respectivamente, falaram sobre as contratações feitas ao longo de 2019 e 2020, nas quais ainda irá pagar no decorrer de 2021.


O Flamengo adentrou em 2021 com parcelas a pagar referentes a Pedro, Gabriel Barbosa, Léo Pereira e Michael. Os dois primeiros, no entanto, são os maiores investimentos, e o Rubro-Negro ainda terá que arcar com quantias elevadas (R$ 95,2 milhões por Gabigol e 14 milhões de euros pelo camisa 21 – cerca de R$ 87 milhões na cotação da época). Já pelos outros dois, o Fla tem quantias menores, e os dirigentes tratam com tranquilidade o assunto.

— Os investimentos estão feitos. Depois da pandemia, o Pedro foi uma das maiores compras no mundo na janela (14 milhões de euros, a terceira mais cara). Pagamos para Fiorentina a primeira parcela. O Flamengo tem capacidade para fazer -, disse o vice-presidente de finanças, Rodrigo Tostes, em entrevista ao site do GE.



Fernando Góes, por sua vez, exaltou o fato de o Flamengo ter reconquistado prestígio no mercado do futebol. O clube agora consegue negociar um maior parcelamento com outras equipes, pois conta com a confiança de que irão receber. Por isso, Michael, Léo Pereira, Gabigol e Pedro estão no Rubro-Negro, pois foi possível dividir os valores ao longo de meses, facilitando assim as contratações.

— Quando se tem credibilidade, seu custo é menor. Oferece para pagar em determinado número de parcelas, porque o Flamengo tem o histórico. Um clube que não tem balanço aprovado, que não tem contas ajustadas, não consegue. Em 2021 ainda temos que pagar o Pedro e Gabigol. São as mais relevantes. Mas ainda temos Michael e Léo Pereira ainda algo a pagar. O Michael foi renegociado, estamos pagando em prestações até o final do ano -, ponderou o diretor de finanças.



O Flamengo tem que pagar a Fiorentina, da Itália, por Pedro, a Inter de Milão, também da Itália, por Gabriel Barbosa, o Athletico-PR por Léo Pereira e o Goiás por Michael. Por isso, o Rubro-Negro não pretende realizar altos investimentos ao longo de 2021 e trata como essencial a venda de atletas no decorrer desta temporada.


- // -

> Veja as últimas informações sobre o Mengão em nossa página principal, Clique Aqui



Fonte: https://colunadofla.com/2021/03/fla-entra-em-2021-com-parcelas-de-pedro-gabigol-leo-pereira-e-michael-a-pagar-diretoria-mostra-tranquilidade/

CURTA NOSSA PÁGINA



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário