domingo, 22 de novembro de 2020

Crise no Racing se aprofunda: Diretor e ídolo do clube deixa cargo às vésperas de confronto contra o Flamengo



Adversário do Flamengo nas oitavas de final da Copa Libertadores, o Racing vive uma verdadeira crise nos bastidores. Vindo de quatro derrotas consecutivas, para piorar, neste domingo (22), Diego Milito, diretor de futebol do clube, anunciou seu desligamento do cargo.



Através de suas redes sociais, o ex-jogador e ídolo do Racinng se manifestou sobre a decisão: “Não compartilho do modelo e das ideias do presidente”, disse. Ainda no vídeo divulgado, ele confessa não ter nada contra Víctor Blanco, mandatário da instituição. Defensor da permanência do técnico Sebastian Beccacece, Milito vinha entrando em conflito com dirigentes que queriam a demissão do comandante da equipe.



Além das derrotas sucessivas e da saída de Diego Milito, o Racing tem de lidar com outro problema para enfrentar o Flamengo: os desfalques. No último sábado (21), o atacante Cristaldo testou positivo para o novo coronavírus e está fora do primeiro jogo das oitavas de final. Marcelo Díaz e Mauricio Martínez, lesionados no joelho, também são baixas. Augusto Solari, Darío Cvitanich e Lorenzo Melgarejo são dúvidas.

Na próxima terça-feira (24), às 21h30 (horário de Brasília), Racing x Flamengo se enfrentarão no Estádio Presidente Perón, em Avellaneda, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores. Por ter terminado na primeira colocação de seu grupo (Grupo A), o Mais Querido decidirá a classificação no Maracanã, no dia 01 de dezembro.


- // -

> Veja as últimas informações sobre o Mengão em nossa página principal, Clique Aqui



Fonte: https://colunadofla.com/2020/11/diretor-do-racing-milito-deixa-o-cargo-as-vesperas-de-jogo-contra-o-flamengo-e-alfineta-presidente/

CURTA NOSSA PÁGINA



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário