domingo, 11 de outubro de 2020

Flamengo perto do 'automático' e explicação pela preferência do jogo posicional: a visão atual de Dome



O recorte dos últimos dez jogos do Flamengo pelo Campeonato Brasileiro é de animar o torcedor: sete vitórias, dois empates e uma derrota - aproveitamento de campeão, mais precisamente de 76,7%. E não é só pelo fator numérico que Domènec Torrent vê evolução de sua equipe, cada vez mais próxima do padrão tático moldado diariamente. Jogar com mais "conforto" e no "automático" tem sido uma tônica, de acordo com o catalão.



Logo depois do mais recente triunfo, contra o Vasco, de virada (2 a 1) e em São Januário, o treinador externou a sua visão a respeito da evolução coletiva. Em seguida, explicou a sua preferência pelo jogo posicional:

- Estamos mais próximos. Acho que os jogadores estão mais confortáveis, jogam automaticamente. Muitas vezes o Thiago Maia estava de lateral-esquerdo e o Filipe por dentro, isso trabalhamos no treino - disse, emendando:



- Jogar posicional não significa ficar na mesma posição. Você pode trocar a posição, mas precisamos de jogadores sempre numa mesma posição, porque você pode jogar mais rapidamente. Na minha opinião, se todo mundo está se movendo, você não encontra. Quanto mais se move, a bola não encontra você. Se você não se move, a bola te encontra rapidamente. Esse é o meu estilo.

CAMPANHA À LA 2019

Quando chegou ao Flamengo, Dome viveu um dilema: qual seria o modelo de jogo a ser aplicado? Sem titubear, logo passou a treinar um time com peças posicionadas, sobretudo com pontas (diferente da equipe de Jorge Jesus, mais móvel com os meias e com dois "avançados" no ataque), e com construção de pé em pé, sem visar a verticalidade de outrora.



E, ao que os últimos resultados indicam, com vitórias conquistadas até em atuações não tão convincentes (como a última), a colheita está rendendo bons frutos.

O "conforto" do time de Dome já o deixa igualado à campanha vitoriosa do Brasileiro passado, por exemplo: 27 pontos depois de 14 jogos na competição.

BUSCA PELA CONSISTÊNCIA



Em meio a um calendário apertado (e atacado por Dome), o desafio, agora, é a busca pela consistência e imposição nos dois tempos das partidas - o que não ocorreu nas três últimas, quando o time só deslanchou na etapa final.

Há nove jogos para o Flamengo este mês, sendo cinco em um período de 12 dias. Dentro deste cenário, o time de Dome volta a campo nesta terça-feira, contra o Goiás. O jogo - atrasado - será válido pela 11ª rodada do Brasileirão.


- // -

> Veja as últimas informações sobre o Mengão em nossa página principal, Clique Aqui



Fonte: https://www.lance.com.br/flamengo/perto-automatico-explicacao-pela-preferencia-jogo-posicional-visao-dome.html

CURTA NOSSA PÁGINA



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário