sábado, 25 de julho de 2020

Aval de Guardiola, elogios, campanha histórica nos EUA... Torrent deixa Flamengo otimista para reunião



A agenda de Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Flamengo, e Bruno Spindel, diretor executivo da pasta, tem o nome de Domènec Torrent marcado para este sábado, em Madri. Os dirigentes rubro-negros se deslocarão de Portugal rumo à Espanha para apresentar o projeto do clube ao ex-auxiliar de Pep Guardiola. Atualmente, está sem clube, mas pode logo aterrissar no Ninho do Urubu e assinar até dezembro de 2021 - como priorizam os cariocas.


Com o aval de Pep para trabalhar em "qualquer país", Torrent teve a sua primeira experiência como técnico pós-Guardiola no New York City FC, em 2018. Sob o seu comando, a equipe da Major League Soccer (elite dos EUA) assegurou uma vaga na Liga dos Campeões da CONCACAF pela primeira vez na história.

Domènec Torrent desembarcou no Estados Unidos depois de trilhar boa parte da trajetória no futebol como auxiliar de Guardiola. A dupla foi parceira nos tempos de Barcelona, Bayern de Munique e Manchester City.


– Eu acho que ele está absolutamente preparado para qualquer país. Ele fez a melhor temporada da história do New York City FC na última temporada. Ele é incrivelmente bem preparado, tem muita experiência. Não tenho nenhuma dúvida sobre sua capacidade. Eu aprendi muito com ele, aprendemos juntos. Parte do nosso sucesso que tivemos em Munique e aqui em Manchester foi por causa dele - falou Guardiola, em entrevista ao canal "Esporte Interativo".

Aos 58 anos, Torrent, antes de se juntar à comissão técnica de Guardiola, acumulou passagens por Palafrugell (1994 a 2000), Palamós (2003 a 2004) e Girona (2005 a 2006). Ao lado do renomado compatriota, ficou marcado pela liberdade de liderar treinos táticos e corrigir posicionamentos das linhas.


O seu esquema predileto (ou o mais utilizado, até então) é o 4-2-3-1, explorando jogadores de velocidade pelas pontas, mas sem abrir mão da movimentação das peças ofensivas. Assim como Guardiola, Torrent tem a tendência de explorar os laterais como apoiadores constantemente.

Por falar em laterais, Rafinha, o direito do Fla e um dos líderes do elenco, já foi consultado por membros do deparamento de futebol do clube por mais informações de Torrent. E o camisa 13, em entrevista ao canal "ESPN Brasil', externou a sabedoria de "campo e bola" de seu auxiliar dos tempos de Bayern:

- Foram três anos que trabalhamos juntos no Bayern, depois ele foi para o City com o Pep. É aquela história, ele é da escola do Cruyff, né? É um cara que sabe tudo e mais um pouco de bola. No Bayern, os treinamentos quem dava era ele, o Guardiola ficava só corrigindo e tal. É um cara que dispensa comentários.


PASSAGEM PELOS EUA NA VISÃO DE UM EX-COMANDADO

Rafinha não foi o único brasileiro comandado por Domènec Torrent que foi abordado acerca do perfil do espanhol. O atacante Héber Araujo, comandado pelo técnico no New York City, rasgou elogios às capacidades táticas do alvo do Flamengo, dentre outros pontos:

– Sem dúvida foi o treinador mais inteligente que tive. Ele quem me trouxe aqui para o NYC. Trabalhamos os últimos seis meses juntos. Se ele chegar no Flamengo, com esse elenco, certeza que vai fazer um bom trabalho pelo método de trabalho que ele tem. Ele tem a mesma escola do Guardiola, toque de bola, posse de bola, com a defesa bem coesa, um ataque… ele dizia que poderíamos ficar livres nos últimos 30 metros de campo, perto da área vocês fazem o que querem. Trabalhávamos demais a parte tática. Não éramos robôs, fazíamos as coisas de forma livre. Foi o melhor NYC de todos os tempos com ele. Fizemos mais de 70 pontos, muitos gols marcados. Era um futebol lindo, alegre - disse Héber, em entrevista ao canal "FOX Sports", completando:


- Ele é muito inteligente, parte tática absurda. Super gente boa, lida bem com o grupo. O clube tem scouts, assim que me trouxeram, eu estava na Croácia. Não tenho mais contato com ele, nos falamos uma ou duas vezes. Ele é o tipo de treinador que deixa tudo mastigado antes do jogo. Onde ataca, onde defende, pontos fortes e fracos. Se ele chegar no Flamengo, vai dar uma continuidade boa para o trabalho do Jorge Jesus.

No NYC, Torrent acumulou 60 partidas, com 29 vitórias, 14 empates e 17 derrotas. Saiu dos Estados Unidos elogiado e, agora, já tendo elogiado o Flamengo e se mostrado propenso a trocar de país novamente, deixa o Rubro-Negro otimista por um acerto imediato (embora não seja o único no radar).

- Conheço perfeitamente a equipe que eles (Fla) têm. A minha prioridade é treinar um grande clube. O Flamengo é um dos maiores ao redor do mundo - falou o espanhol.


As credenciais de Domènec Torrent empolgam.

O CURRÍCULO

Como auxiliar técnico (sempre com Guardiola)
Barcelona B (ESP) – 2007/08
Barcelona (ESP) – 2008/09 a 2011/12
Bayern de Munique (ALE) – 2013/14 a 2015/16
Manchester City (ING) – 2016/17 e 2017/18

Como treinador
Palamós (ESP) – 2003/04
Girona (ESP) – 2005/06
New York City (EUA) – 2018 a 2019

Títulos (todos como auxiliar)
Liga dos Campeões da Uefa (2)
La Liga (3)
Campeonato Inglês
Copa do Rei
Supercopa da Espanha (3)
Copa da Liga da Inglaterra
Campeonato Alemão (3)
Copa da Alemanha (2)
Mundial Interclubes (3)
Supercopa da Uefa (3)


Fonte: https://www.lance.com.br/flamengo/aval-guardiola-elogios-campanha-historica-nos-eua-torrent-deixa-otimista-para-reuniao.html

CURTA NOSSA PÁGINA




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário