segunda-feira, 20 de julho de 2020

À espera de novo técnico, Flamengo trabalha com comissão permanente recheada de profissionais da base



Nada de terra arrasada. A saída de Jorge Jesus e seus seis auxiliares do Flamengo deixou um espaço grande a ser preenchido, mas o clube confia na estrutura montada no futebol, com uma comissão permanente que será crucial para dar sustentação ao novo treinador que for contratado.


O "vazio" deixado acontece mais na parte técnica. Marcelo Salles era o auxiliar permanente do Flamengo antes da chegada de Jorge Jesus - comandou o time em quatro jogos em 2019 -, mas perdeu espaço com o Mister e foi demitido em maio, quando o clube realizou uma série de cortes devido à pandemia de coronavírus.

Ao todo, são 22 profissionais que permanecem na estrutura do futebol - 15 deles, ou 68%, são oriundos da própria base rubro-negra. O departamento médico, por exemplo, seguirá intacto e é considerado crucial, especialmente com um calendário apertado de competições neste segundo semestre.


Apesar de ter seus auxiliares de confiança, Jorge Jesus reconheceu o trabalho feito no clube. Tanto que convidou alguns profissionais para acompanhá-lo no Benfica, como o médico Marcio Tannure, o preparador físico Roberto Oliveira e o fisioterapeuta Fabiano Bastos. O trio, porém, decidiu permanecer no Flamengo.

Cinco dos profissionais têm passagens pela seleção brasileira, seja a principal ou na base: os médicos Marcio Tannure e João Marcelo, os fisioterapeuta Fabiano Bastos e Eduardo Calçada e o massagista Deni.

Esta estrutura será mantida com a chegada de um novo treinador, que terá a possibilidade de complementar com seus auxiliares de confiança.


Na quarta-feira, data da reapresentação do elenco, caso ainda não tenha chegado um técnico, o responsável por comandar as atividades será Mauricio Souza, do sub-20.

Nielsen Elias e Wagner Miranda, preparadores de goleiros da comissão permanente do Flamengo — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo
Nielsen Elias e Wagner Miranda, preparadores de goleiros da comissão permanente do Flamengo — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Confira a lista de profissionais da comissão permanente do Flamengo:

  • Gabriel Skinner, supervisor de futebol, trabalhou no clube de 2006 a 2009 e de 2013 a 2015. Retornou em 2019;
  • Márcio Santos, supervisor, cerca de 20 anos de clube;
  • Roberto Oliveira, preparador físico, subiu para o profissional em 2016;
  • Wagner Miranda, preparador de goleiros, com passagem na base, assumiu como preparador principal em 2013. Saiu do clube em 2015 e voltou em 2019;
  • Nielsen Elias, preparador de goleiros, promovido ao profissional em 2019;
  • Wellington Salles, coordenador da análise de desempenho, com experiência na base;
  • Carlos Eduardo Furtado, analista de desempenho;
  • Eduardo Coimbra, analista de desempenho, promovido ao profissional em 2019;
  • Márcio Tannure, chefe do departamento médico, com experiência na base, assumiu a chefia em 2015, após a saída de José Luiz Runco;
  • João Marcelo, médico, com experiência na base;
  • Gustavo Caldeira, médico, com experiência na base;
  • Mário Peixoto, fisioterapeuta, chegou ao clube em 2011;
  • Eduardo Calçada, fisioterapeuta, promovido ao profissional em 2019;
  • Fabiano Bastos, fisioterapeuta, com experiência na base;
  • Lucas Albuquerque, fisiologista, chegou ao clube em 2017;
  • Alex Ribeiro, enfermeiro, chegou ao clube em 2013;
  • Adenir Silva, o Deni, massagista, com experiência na base do clube;
  • Cléber Reis, roupeiro, com cerca de 20 anos de clube;
  • Moisés Azevedo, roupeiro, com experiência na base e cerca de 20 anos de clube;
  • Sidney Bernardes, roupeiro, com experiência na base;
  • Douglas Oliveira, nutricionista, com experiência na base;
  • Bruna Ribeiro, nutricionista, com experiência na base.


Fonte: https://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/a-espera-de-novo-tecnico-flamengo-trabalha-com-comissao-permanente-recheada-de-profissionais-da-base.ghtml - Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

CURTA NOSSA PÁGINA




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário