quarta-feira, 15 de abril de 2020

Treinador elogia metodologia de Jorge Jesus e faz alerta a demais treinadores



Nesta terça-feira (14), o treinador do América-MG, Lisca “Doido”, concedeu uma entrevista para o Programa Expediente Futebol, exibido pela Fox Sports, e rasgou elogios ao trabalho e Jorge Jesus. O técnico, que já comandou vários times brasileiros, fez questão de exaltar a mudança que o Mister trouxe ao futebol do país, mostrando novas técnicas, táticas e quebrando paradigmas, fazendo o Flamengo ser o “principal clube do Brasil”.


– Eu acho que o trabalho é muito bom, é realmente uma mudança de paradigma dentro no nosso futebol. Nós já vimos vários times com vários investimento altos, em que o time não funcionou. Vimos várias vezes, nem uma, nem duas. E todo mundo falou sempre: “o jogador brasileiro tem a maneira de treinar, de jogar, não pode trazer o método europeu pra cá vai deixar todo mundo robotizado”… O que eu estou vendo é um treinador europeu botando uma metodologia em um dos principais clubes do Brasil, hoje o principal, com grandes jogadores, e a gente está vendo o aconteceu. A gente está vendo o que aconteceu com o Flamengo, com o rendimento dos jogadores. Hoje é um jogo do Flamengo que não é por intuição, é um jogo organizado, planejado, mas que dá liberdade para os jogadores criarem dentro do sistema. Um complementa o outro e o encaixe das peças foi muito forte -, disse Lisca, antes de completar:

– A maneira de marcar com a linha bem alta, pressão no campo do adversário. Ele joga com praticamente 4 1 3 2, com muitos jogadores no campo do adversário. Ele mudou bastante isso… E o treinador que não se adaptar a isso e não trabalhar com aquilo que o mercado pede, vai ficar pra trás -, concluiu.


Em seis meses ao comando do Flamengo, Jorge Jesus encerrou a temporada de 2019 elevando o patamar do Flamengo, que garantiu o heptacampeonato Brasileiro com quebra de inúmeros recordes e pontuação histórica na era do formato atual (pontos corridos com 38 rodadas e 20 equipes), e o tão sonhado bicampeonato da Copa Libertadores da América.

Em 2020, o início do ano não foi diferente. Apenas em fevereiro, o Mais Querido disputou três finais e venceu todas, conquistando três títulos em dez dias. No dia 16, o Mengão bateu o Athletico Paranaense e se consagrou Supercampeão do Brasil. No dia 22, venceu o Boavista e ergueu mais uma Taça Guanabara e, no dia 26, comemorou o primeiro troféu internacional da temporada, ao superar o Independiente Del Valle e se tornar o grande campeão da Recopa Sul-Americana.


Fonte: https://colunadofla.com/2020/04/treinador-do-america-mg-destaca-mudanca-de-paradigma-causada-por-jorge-jesus-quem-nao-se-adaptar-vai-ficar-para-tras/

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário