sexta-feira, 24 de abril de 2020

Flamengo faz apelo a sócios-torcedores em meio a indefinições e perdas



Em meio ao cenário de incertezas em relação ao futuro, o Flamengo enviou um vídeo aos sócios-torcedores do clube, no qual o tom dominante foi de apelo para que os rubro-negros permaneçam no programa "Nação". A mensagem chega em um momento de queda progressiva no número de sócios com a crise gerada pela pandemia do novo coronavírus . O número, que já foi de 150 mil no fim do ano passado, atualmente é de cerca de 110 mil associados.


"Estivemos juntos desde o início. Quando poucos acreditavam, a nação sempre manteve a fé. E o apoio só cresceu. A cada dia, mais gente fazendo o Flamengo mais forte, mais confiante, mais arrasador. Houve momentos em que só nós acreditamos até o último minuto. As conquistas vieram, milhões vibraram nas avenidas, nas praças, em todo o Brasil. E 2020 começou com mais vitórias", diz o narrador em trecho do vídeo.

A produção tem duração de 2 minutos e 30 segundos, ressalta a importância que os torcedores tiveram nas recentes conquistas do time e reforça que, com o apoio dos rubro-negros, o clube estará preparado para "as batalhas que logo voltarão". Esta foi a comunicação mais incisiva do Fla voltada especificamente aos associados desde a paralisação das atividades.

"De repente, tudo parou. Tudo não! Porque os rubro-negros não abandonam nunca. É nos, nos momentos difíceis que a maior torcida do mundo mostra sua força, canta mais alto o seu orgulho e empurra com mais força o time, dentro e fora de campo. Continuamos todos firmes no sócio-torcedor, mantendo o Flamengo forte para as batalhas que logo voltarão. Por que, de uma coisa pode ter certeza, quando você joga junto, não há limites para o Mengão", acrescentou.

Atualmente, as vendas de pacotes estão suspensas até que se tenha certeza do futuro em relação ao calendário das competições. Além disso, segundo o UOL Esporteapurou, medidas em relação ao programa estão sendo estudadas, uma vez que se tratada de uma situação nova e imprevisível. O Flamengo aguarda até o último minuto para definir o que fazer, visto que ações mais concretas dependem de cenários mais claros. Caso a paralisação se arraste, são cogitados descontos e ressarcimentos de mensalidades.


"Todas as competições vão acontecer. Os patrocinadores podem ficar tranquilos. Os sócios-torcedores podem ficar tranquilos. Vamos entregar tudo aquilo que estava previsto até 30 de dezembro", afirmou Luiz Eduardo Baptista, vice-presidente de relações externas , em recente entrevista à FlaTV.

O programa de sócio-torcedor tem sido uma importante fonte de renda neste período de paralisação, já que não há meios como as bilheterias dos jogos. Enquanto isso, o Flamengo busca reequilibrar as finanças. Em 2019, o "Nação" representou cerca de R$ 65 milhões no caixa do clube. De acordo com o orçamento previsto para 2020, a meta para este ano era atingir a casa dos R$ 96 milhões.

Pendências

O presidente Rodolfo Landim assumiu pessoalmente as conversas com a fornecedora Adidas , que atrasou o pagamento de uma das parcelas que deveria repassar ao Rubro-Negro. Além disso, o clube recorreu a uma linha de crédito de cerca de R$ 40 milhões e conversa para renegociar alguns prazos de vencimentos, como parte do valor empenhado para a compra dos direitos do zagueiro Léo Pereira , junto ao Athletico-PR .

Em meio a isso tudo ainda há, em curso, tratativas pela permanência do técnico Jorge Jesus, que se aproxima do fim do contrato. Recentemente, Landim chegou a dizer que o português era o "Messi dos técnicos" e valeria "todo dinheiro do mundo" . A renovação é o cenário mais provável e o português é esperado até o início do próximo mês .


Fonte: Uol

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário