sexta-feira, 10 de abril de 2020

Flamengo bate até Barcelona e vê explosão dos números em suas redes sociais



O sucesso esportivo do Flamengo se traduz em resultados dentro de campo e em números que extrapolam as quatro linhas. Além de festejar as vitórias do time de Jorge Jesus, a diretoria também celebra as marcas obtidas pelo Rubro-negro nas diferentes plataformas de mídia. De acordo com o "Depor Finanzas", o clube ficou abaixo apenas do Manchester United no número de interações no Twitter em março, superando Barcelona, Galatasaray e Liverpool no Top-5. Por consequência, o Fla reinou soberano no recorte sul-americano, batendo com folga River Plate e Boca Juniors.


A marca é mais uma dentro do que foi conseguido de 2019 para cá. Em relatório interno produzido, o Flamengo listou o crescimento em todas as suas redes. O que antes era tratado apenas como um canal de diálogo com o torcedor se transformou em um novo eldorado financeiro.

"O dinheiro novo está no conteúdo, está no streaming. Esse é o futuro. O desafio é sermos cada vez mais uma marca internacional", apontou Bernardo Monteiro, diretor de comunicação do Flamengo.

No trabalho realizado pelo clube, o Flamengo destacou o salto de 2018 até março de 2019. O Instagram ganhou 5 milhões de fãs nesse período, enquanto o Twitter arrebanhou 1,2 milhão de seguidores. O pulo no Facebook foi de 1,9 milhão de novas adesões. Esses dados se traduziram em maior engajamento do público e servem como argumento em negociações com patrocinadores.


O Youtube também engorda essa conta, já que cerca de 2,1 milhões de novas inscrições foram efetuadas neste mesmo espaço de tempo. Puxada por Gabigol e companhia, a FlaTV somou 110 milhões de visualizações em 2019. Neste ano já são 71,1 milhões. O projeto é tratado como prioritário, e os investimentos futuros têm a bênção do presidente Rodolfo Landim.


Como o Flamengo não tem contrato de transmissão de TV no Campeonato Carioca, o canal do clube tem sido uma porta de entrada para os rubro-negros. Em um dia de Flamengo x Resende, 85 mil novas pessoas aderiram. Já com os portões fechados por conta da pandemia da Covid-19, clube e Rede Globo entraram em acordo para a veiculação do jogo diante da Portuguesa no "Globoesporte" e também na FlaTV. Na vitória por 2 a 1, o pico de espectadores simultâneos ficou perto da casa do milhão.

"Nossos patrocinadores já não aparecem apenas na TV, eles aparecem nas redes. Mais presença nas redes catapultou o valor do patrocínio. Há o desenvolvimento do time em campo, mas também um trabalho muito forte nesta área", pontuou Gustavo Oliveira, vice-presidente de Comunicação e Marketing do clube.

Liderança no Brasil

No ranking acumulado das redes, o Flamengo bate o Corinthians com larga margem. Segundo levantamento do Ibope/Repucom, os cariocas têm 30,2 milhões de inscritos em suas redes. O Alvinegro, por sua vez, conta com 23 milhões. A vantagem era de cerca de 10 mil pessoas em janeiro de 2019.


Agência na mira

Apesar dos índices, a X-Tudo, agência que coordena a Fla TV e as redes sociais, já foi alvo até de protestos da torcida, que já pediu a saída da empresa em pichação nos muros da Gávea. Os opositores do trabalho ressaltam erros de informação em tuítes

Atividade na quarentena


Com o futebol parado desde o estouro da pandemia, o Flamengo intensificou sua presença nos canais digitais e tem oferecido conteúdo diário. Os jogadores não estão falando diretamente com a imprensa, mas lives são transmitidas com grande frequência. Hoje (10) a atração será musical: a partir das 17h, Dennis DJ vai comandar uma atração com música e interação com jogadores.


Fonte: https://www.uol.com.br/esporte/futebol/ultimas-noticias/2020/04/10/flamengo-bate-barcelona-e-ve-explosao-dos-numeros-em-suas-redes-sociais.htm

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário