segunda-feira, 6 de abril de 2020

Em entrevista a FlaTV, Bruno Spindel falou sobre entrosamento com Braz, negociações e renovação com Jorge Jesus



O diretor-executivo do Flamengo, Bruno Spindel, concedeu entrevista à "FlaTV" na tarde desta segunda-feira. O dirigente abordou questões como o entrosamento com Marcos Braz, as negociações por grandes estrelas e a expectativa pela renovação de Jorge Jesus. Confira os principais trechos:


Influência para se tornar flamenguista:

"A minha maior influência foi o Zico. Comecei a torcer para o Flamengo desde criança. A minha primeira emoção foi o gol de Adílio, contra o Santos, no Maracanã. Foi a primeira memória viva que eu lembro assim. Mas essa aí é uma que nunca vou esquecer."

Como chegou ao Flamengo?

"Sou torcedor do Flamengo. Acho que esse foi um dos motivos. Sou engenheiro e trabalhava no mercado financeiro. Conheci o BAP em 2012 e me aproximei do grupo. Me ofereci para ajudar no que fosse possível. No final de 2012 me chamaram para trabalhar e conversei com os meus sócios. Eles entederam que era o meu sonho e fazer parte da construção do Flamengo. Era um dos sonhos que me faziam ir para o Flamengo.

Se sente feliz pelas conquistas?

Todo mundo dentro do Flamengo, do seu jeito, dá a sua contribuição. Todas as áreas contam. Tudo conta. Cada um tem a sua participação. Todo mundo ama o que faz e têm um senso de grupo muito forte. Esse senso é uma das nossas forças.


Como administrar o Centro de Treinamento?

Acho que o desafio é você não estacionar nunca. O próprio Jorge Jesus elogiou a estrutura. Manter o nível que o CT está hoje requer muita dedicação. O principal é não estacionar nunca.

Pratica exercício durante a quarentena?

O Mário preparador físico passou alguns exercícios funcionais. Estou tentando cuidar da saúde durante a pandemia.

O Flamengo esteve perto de contratar alguma estrela?

"A gente sempre toma cuidado de comunicar um reforço quando está no estágio mais avançado possível. Muitos nomes são falados na imprensa. Nunca teve um nome que esteve muito próximo e não aconteceu."

Entrosamento com Marcos Braz:

Estamos bem entrosados. Os objetivos são comuns. O Marcos tem habilidades específicas diferentes das minhas e tem uma visão muito aguçada. Acho que somos complementares um ao outro. Temos confianças também.


Renovação com Jorge Jesus?

A relação com o Mister é a melhor possível. Ele vive futebol 24h por dia. É uma relação de cobrança por melhoria. Obviamente, essa pandemia tira um pouco o foco da renovação que a gente vem tratando. Mas a gente espera que dê tudo certo.

O fato de trabalhar em outras áreas ajuda?

O fato de eu ter sido do marketing e depois CEO do clube ajuda muito nas decisões que eu venha tomar como diretor de futebol. Facilita demais para saber os impactos das decisões têm nas outras áreas.

Contratação mais díficil?

Todas encheram de orgulho. Cada um teve a sua dificuldade. A do Arrascaeta teve uma grande contribuição dele e da parte dele. Todas foram importantíssimas para as conquistas do Flamengo. Todas tiveram um sabor especial. A do Marí, por exemplo, você convencer um jogador europeu vir jogar no Brasil. Em comum, a vontade muito grande dos atletas na hora de vir jogar no Flamengo. Cada uma tem o seu aspecto especial.


Qual jogador é o seu sonho de consumo para ter no Flamengo?

Meu sonho de consumo é que esse grupo continue unido para trabalhar pela vitória. O sonho é manter esse grupo unido e vencedor. Tem o Rei da América aqui. O artilheiro da Libertadores. O artilheiro do Brasileiro. Eu vou tecer elogios a todos aqui. De verdade mesmo. O sonho não é individual. O sonho é manter o grupo unido.

Informações sobre a volta das competições?

A gente tem tentado estar pronto para quando o futebol voltar, a gente estará bem. Já foram dados passos para que a gente possa jogar nas formas atuais de todos os campeonatos. Foram dadas férias coletivas. Copa América e Olimíadas foram para 2021. A gente já tem consenso de que vai ser mantido do Estadual e o Brasileiro. Já criou-se espaço para disputar essas competições.

Esperava esse sucesso todo quando começou no Flamengo?

Um sonho. É uma luta muito grande no dia a dia. Eu continuo com os sonhos junto com todos. Espero que o Flamengo continue me dando felicidades.



Fonte:

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário