terça-feira, 14 de abril de 2020

Conmebol define possíveis datas para retorno e estuda minicalendário mensal para libertadores e Sul-Americana



A Conmebol já não trabalha mais com a volta de seus torneios em maio.


A Libertadores e a Copa Sul-Americana estão paralisadas desde 18 de março por causa da pandemia do coronavírus - e a maioria dos últimos jogos das competições aconteceu com portões fechados. A Copa América foi transferida de 2020 para 2021.

A entidade máxima do futebol na América do Sul, por enquanto, está prestes a lançar um protocolo de recomendação de treinos para as equipes nos seus dez países-membros.

A reportagem apurou que a Conmebol não tomará qualquer medida para voltar com seus torneios até que o pico de coronavírus em todas as nações esteja concluído.

Além disso, as fronteiras dos dez países têm que estar abertas, levando em consideração as questões médicas e sanitárias de cada um.


Em um cenário otimista, a confederação trabalha com a volta do futebol em junho ou julho - se haverá jogos com portões abertos ou fechados, no entanto, ainda não entrou em discussão.

A ideia da Conmebol, segundo a ESPN apurou, é soltar um minicalendário por mês sobre os jogos e suas datas para Libertadores e Sul-Americana, inclusive utilizando semanas que estavam "livres" na programação sul-americana para acompanhar partidas.

Um exemplo seria a folga entre a última semifinal e a decisão da Libertadores no Maracanã, um espaço de quase dois meses (1º de outubro e 21 de novembro respectivamente).

As eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022 - que tiveram suas duas primeiras rodadas adiadas - seguem sem uma data prevista de início, pois a Fifa ainda não definiu o novo calendário.


Fonte: https://www.espn.com.br/futebol/artigo/_/id/6852609/conmebol-estuda-minicalendario-mensal-para-manter-libertadores-e-sul-americana-em-2020

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário