Eternizado por gol ‘chororô’, ex-atacante Souza torce por repetição de comemoração no Flamengo


Imagem: O Globo



Coluna do Fla: ‘E ninguém cala esse chororô…’. Todo torcedor do Flamengo já cantou ou ouviu pelo menos uma vez essa música no Maracanã. Porém, os mais novos não sabem o motivo e nem o principal responsável pela provocação direcionada ao Botafogo. Trata-se de Souza, conhecido como ‘Caveirão’, atacante do Fla em 2007 e 2008. Depois de um título do Rubro-Negro, com reclamação de arbitragem por parte dos alvinegros, o então camisa 9 ironizou o adversário deste domingo (28). O ex-jogador deseja que a comemoração seja repetida em 2022.



— Amanhã (domingo) vai ser 2 a 0 para o Flamengo. Um do Marinho e um do (Everton) Cebolinha. Se eles fizerem (o chororô), eu vou ficar agradecido. Eu acho que o futebol ficou um pouco chato, estão criando muitas limitações dentro do campo. O jogador hoje não pode mais tirar a camisa, não pode mais comemorar com a torcida. Não pode mais fazer gesto, porque falam que estão incentivando a violência. Não pode fazer mais nada e tudo querem punir — disse Souza, em entrevista ao GE.

O Flamengo venceu a Taça Guanabara de 2008. Na final da competição, o árbitro Marcelo de Lima Henrique marcou um pênalti para o Rubro-Negro, após puxão de camisa no capitão Fábio Luciano, dentro da área. Os jogadores do Botafogo se revoltaram e, após o jogo, realizaram uma entrevista coletiva com vários atletas alvinegros com lágrimas nos olhos. Na partida seguinte do Fla, contra o Cienciano (PER), pela Copa Libertadores, Souza marcou um gol e fez um gesto com as duas mãos simulando que estava secando as lágrimas.


— Eles não tinham razão (em reclamar da arbitragem). O jogo acabou e eu fui para o restaurante com a família e amigos. A televisão estava passando a entrevista deles. Foi muito engraçado. Eles falaram, choraram e reclamaram. A gente tinha um jogo na próxima semana e, na minha cabeça, eu tinha que fazer uma coisa diferente se eu fizesse gol nesse jogo. Eu fiquei pensando em alguma coisa para fazer. Não falei com ninguém. Mas foi tudo muito rápido. Segunda concentramos. Quarta foi o jogo no Maracanã (pela Libertadores). Eu fiz o gol e fiz o ‘chororô’ — acrescentou o ‘Caveirão’.

Souza, que é figurinha carimbada no Setor Norte do Maracanã nos jogos do Flamengo, acompanhará pela televisão o duelo deste domingo (28), às 18h (horário de Brasília). Em caso de vitória, o Mais Querido reduzirá a diferença para sete pontos em relação ao líder Palmeiras e reassumirá a segunda posição, ultrapassando o Fluminense no Campeonato Brasileiro. O clássico carioca acontece no Estádio Nilton Santos.


- // -

Clique aqui para ver mais notícias do Fla



Tags

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.