segunda-feira, 9 de maio de 2022

Conselho do Flamengo rejeita proposta de suspender associado do clube que se candidatasse à cargo público




Coluna do Fla: O Conselho Delibertativo do Flamengo se reuniu na sede social do clube, na Gávea, nesta segunda-feira (09), para votar uma série de substitutivos. Dentre eles, o CoDE rejeitou a emenda que pedia o afastamento dos poderes do Fla qualquer sócio que fosse candidato a algum cargo público.



CONFIRA A PROPOSTA QUE FOI REJEITADA:

“Apreciação e votação do substitutivo da Comissão Permanente de Estatuto extraído da proposta inicial formulada pelo conselheiro Walter de Oliveira Monteiro e outros conselheiros e das emendas apresentadas, mediante inclusão do inciso VIII, do artigo 77, do Estatuto Social, a saber:
Art. 77. Ficará impedido de participar de qualquer Poder o associado:

(…)

VIII – que seja candidato a cargo público eletivo durante o período compreendido entre a homologação de sua candidatura e a proclamação do resultado eleitoral”.

PARA ENTENDER NA PRÁTICA:

Se um associado do Flamengo se candidata ao cargo de deputado estadual do Rio de Janeiro, por exemplo, ele ficaria automaticamente suspenso de participar de qualquer poder do clube (diretor, deliberativo, administração, assembléia geral, entre outros) durante a campanha. No entanto, independentemente do resultado, ele poderia voltar a exercer suas funções do Mais Querido a após a homologação 

Vale ressaltar que, como a emenda foi rejeitada pela maioria dos membros do Conselho Deliberativo, nada mudou. Sendo assim, qualquer associado do Flamengo que queira se candidatar a algum cargo público não ficará com suas atividades junto ao clube suspensas. 

Cabe frisar que o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, foi eleito vereador do Rio de Janeiro e compareceu à Gávea para acompanhar a votação do Conselho Deliberativo. Segundo informações apuradas pelo Coluna do Fla, o dirigente ficou ao lado da urna durante o pleito.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário