quinta-feira, 30 de dezembro de 2021

Paulo Sousa é fã de brasileiros, não gosta de 'papo furado em treino' e tem 'olho mágico'




Espn: Descrito por seus ex-comandados como uma pessoa séria, detalhista e apaixonada por futebol, o técnico Paulo Sousa, do Flamengo , já trabalhou com vários brasileiros ao longo da carreira.



Um deles foi o lateral-esquerdo Jeff Silva , que foi comandado pelo português no Videoton (atual Fehérvár), da Hungria, na temporada 2011/12. O jogador, revelado na base do São Paulo , lembra que o treinador rubro-negro tem profunda admiração pelo Brasil.

"Ele sempre falou para mim que gostava muito de jogadores brasileiros tinham um talento nato, mas que precisavam ser lapidados. Eu vim do futsal e tinha o costume de dominar a bola com a sola do pé, mas ele começou a falar: 'Veja se algum defensor faz isso no futebol europeu?' Eu comecei a ver os jogos na televisão e reparei que ele estava certo!", disse o jogador ao ESPN.com.br .



Segundo o lateral, o português gosta de prestar atenção aos mínimos detalhes dos seus atletas em campo para que possa tirar o melhor desempenho possível.

"O Paulo falou: 'Quando você não domina com a sola, você ganha tempo e consegue sair mais rapidamente. Se pisar na bola, você demora pelo menos quatro segundos com a bola no pé. E quanto menos tempo, melhor para você'", complementou.



"Ele é um cara muito inteligente e com os treinamentos muito intensos, não gosta de treinamento devagar. É muito participativo nos treinos. Ele corre em volta do campo e puxa a fila, como o Jesus fazia. Ele está treinando a linha de defesa e sabe o que os atacantes estão fazendo lá na frente, não sei como ele consegue (risos). Do nada, ele dá um pique e vai arrumar o que os caras estão fazendo do outro lado".

No dia a dia, o treinador costuma ser muito sério na hora do trabalho em campo. Não gosta de "papo furado" durante as atividades para que os atletas não se distraiam durante as suas orientações.



"Ele não gosta que fique de conversa nos treinos. Começou o treino, acabou a resenha! Vai tomar, agua, pode conversar. Voltou para o treino, o pau tem que torar! Se ele vê um cara com um passo para frente ou com a posição do pé errado, ele para e corrige. Por isso nosso time não tomava gol. Ele gostava de fazer muitas jogadas ensaiadas de escanteios e faltas. Vendo uns jogos dele na Fiorentina vi que ele fazia muitas jogadas como Marcos Alonso, do Chelsea. Eu vi ele fazendo jogadas que o Paulo me mandava fazer".

Outro traço marcante de Paulo Sousa é a sua ambição por vitórias e a intenção de conhecer a mentalidade de seus jogadores.



"Quando eu cheguei ao Videoton fui até a sala dele para conversar. Ele perguntou: 'O que você quer aqui no clube: ser campeão, só ter uma passagem ou marcar história?' Isso é algo que achei muito legal quando se decide contratar um atleta", disse Jeff.

No entanto, o brasileiro faz um alerta para que o português possa dar certo no Brasil.

"Os jogadores precisam comprar a ideia dele para dar certo. Acredito que isso vai acontecer porque o Flamengo tem muitos jogadores que jogaram na Europa. Ele está preparadíssimo para assumir o Flamengo, talvez no Brasil não tenha tanto nome, mas estava comandando o melhor jogador do mundo [Lewandowski na seleção da Polônia] até então. Não vai ter peso nenhum. Os jogadores vão respeitá-lo. A imprensa precisa abraça-lo também".


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário