sexta-feira, 13 de agosto de 2021

CBF prevê liberar público para jogos de futebol nas quartas de finais da Copa do Brasil e Brasileirão




Coluna do Fla: Nesta sexta-feira (13), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou uma versão do Protocolo de Recomendações para Retorno do Público aos Estádios. O documento prevê a volta das torcidas em jogos válidos pela fase de quartas de final da Copa do Brasil e séries A, B e C do Campeonato Brasileiro. No entanto, para que a presença de torcedores seja confirmada, o guia ressalta que a decisão final dependerá do aval das autoridades sanitárias locais.



Para ter acesso aos estádios, a CBF diz que os torcedores terão de fazer um teste RT-PCR até três dias antes da data da partida. A entidade afirma que também será aceito o teste ‘Pesquisa de Antígenos’, caso seja realizado em até dois dias antes do jogo.

Outra possibilidade para entrar nos estádios é estar plenamente vacinado (imunizado com duas doses ou com a dose única da vacina contra a Covid-19. Conforme informou a CBF, não será necessária a realização de testes dias antes dos jogos caso o torcedor esteja imunizado.



PRÉ-REQUISITOS OBRIGATÓRIOS PARA ENTRADA E PERMANÊNCIA NOS ESTÁDIOS
– Aferição de temperatura corporal;
– Uso obrigatório de máscaras de proteção facial autorizadas pela ANVISA nos ambientes internos do estádio durante todo o período de permanência;
– Obrigatória a manutenção do distanciamento social nos assentos e setores do estádio durante todo o período de permanência;
– Higienização das mãos com álcool a 70% ou lavagem com água e sabão.



Em relação a quantidade de público, o critério a ser utilizado pela CBF é chamado de taxa de normalidade, que leva em consideração seis pontos, confira-os abaixo:

– Taxa de incidência (casos novos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias)
– Tendência da taxa de casos novos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias
– Mortalidade por Covid-19 por 1 milhão de habitantes nos últimos 14 dias
– Tendência da taxa de mortalidade por 1 milhão de habitantes nos últimos 14 dias
– Letalidade de Covid-19 (global)
– Percentual da população plenamente vacinada contra SARS-CoV-2



Desse modo, através de uma pontuação estabelecida pela entidade, com base nos números obtidos, é realizado um cálculo da taxa de normalidade para estabelecer o limite de público aconselhado para cada estádio.

MODELOS DA CBF PARA PÚBLICO NA COPA DO BRASIL
1- Em partidas ida e volta (mata-mata), será permitida a diferença máxima de 15% das respectivas capacidades, prevalecendo a condição liberada do estádio com menor quantitativo. Exemplo: Um Clube A tem permissão pela autoridade sanitária local para receber público máximo de 20% do estádio, enquanto o Clube B, de outro estado, tem permissão pela autoridade sanitária local para receber público máximo de 70% do estádio. No caso de confronto entre as equipes em formato eliminatório ida e volta, o Clube A poderá receber 20% da capacidade do estádio e Clube B um máximo de 35%;

2- No caso de um dos clubes envolvidos não ter autorização pelo órgão sanitário local para receber público no estádio, ambas as partidas não terão público. Exemplo: Um Clube A tem permissão pela autoridade sanitária local para receber público máximo de 20% do estádio, enquanto um Clube B, de outro estado, não tem permissão pela autoridade sanitária local para receber público (0% do estádio). No caso de confronto entre as equipes em formato eliminatório ida e volta, nem Clube A nem Clube B poderão receber público nos seus respectivos estádios.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário