quinta-feira, 5 de novembro de 2020

'Meus amigos me chamaram de louco', Carvalhal fala sobre recusa ao Flamengo



Carlos Carvalhal foi um dos treinadores procurados pelo Flamengo entre a saída de Jorge Jesus e a contratação de Domènec Torrent. O português chamou atenção da diretoria rubro-negra pelo trabalho no Rio Ave, chegou a se reunir com o vice-presidente Marcos Braz e o diretor Bruno Spindel na Europa, mas declinou o convite.



Meses depois, ele explicou o motivo da recusa ao Flamengo. Em entrevista ao jornal inglês The Times, Carvalhal apontou a pandemia de COVID-19 e o que uma mudança para o Brasil acarretaria em sua vida particular.

"Eu estive muito perto de ir para um dos melhores clubes do mundo, o Flamengo, no Brasil. Clube inacreditável, bom contrato", afirmou o português.



"Mas, com o coronavírus, (minha família e eu) acreditamos que não era o momento certo de viajar em aeroportos ou da minha família ficar indo e voltando. Tive que telefonar aos dirigentes do Flamengo e dizer que não podia ir. Eles não acreditavam. Meus amigos me chamaram de louco", disse Carvalhal.

Além do português, o Flamengo cogitou os portugueses Leonardo Jardim e Marco Silva e o espanhol Miguel Ángel Ramírez. A diretoria também se reuniu com Domènec Torrent, que acabou sendo o escolhido para suceder o trabalho de Jorge Jesus, campeão cinco vezes em pouco mais de uma temporada no futebol brasileiro.



Ao The Times, Carvalhal falou do quanto a família é importante para a sua vida e citou um problema que teve em julho, quando foi vítima de uma tentativa de assalto enquanto voltava de um jogo do Rio Ave.

"Três bandidos tentaram me roubar do lado de fora da minha casa. Dois me atacaram, o terceiro tinha uma faca. Quando eu gritei, meu filho ouviu, saiu e atirou pedras nos dois homens, que se assustaram um pouco. Assim, consegui me livrar deles. O terceiro chegou perto com a faca, mas também se assustou um pouco. Chamamos a polícia, mas eles escaparam. Precisei de pontos no meu braço. Meu filho foi importante nessa situação, ficou como herói".


- // -

> Veja as últimas informações sobre o Mengão em nossa página principal, Clique Aqui



Fonte: https://www.espn.com.br/futebol/artigo/_/id/7699595/carvalhal-explica-por-que-recusou-flamengo-antes-de-dome-meus-amigos-me-chamaram-de-louco

CURTA NOSSA PÁGINA



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário