quarta-feira, 22 de abril de 2020

Rafinha se diz surpreso com o apoio da Nação: 'Dentro de campo, eu me transformo quando eu ouço'



Em quarentena devido à pandemia do coronavírus, o lateral-direito Rafinha foi o convidado desta quarta-feira do "Papo Virtual', no canal oficial do Flamengo no Youtube. O camisa 13, que já entrou na história do clube com os títulos da Libertadores e do Brasileirão na última temporada, falou sobre a torcida rubro-negra, dizendo ter ficado surpreso com o apoio que vem das arquibancadas.


- Me surpreendeu a força da torcida do Flamengo. Nunca fui de contar história. A torcida do Flamengo é muito diferente, faz a diferença nos jogos. O time está mal e a torcida canta, anima a gente. Dentro do campo, me transformo quando ouço - disse o lateral com passagens pelo futebol alemão e Seleção Brasileira.

Contratado em junho de 2019, Rafinha rapidamente tornou-se um dos líderes da equipe de Jorge Jesus - dentro e fora das quatro linhas. Um dos mais experientes, o camisa 13 também é um dos maiores vencedores do grupo, e já soma cinco títulos com a camisa do Flamengo: Campeonato Brasileiro e Libertadores, em 2019, e Recopa Sul-Americana, Supercopa do Brasil e Taça Guanabara, em 2020, antes da paralisação do futebol por conta da Covid-19.

Adaptado ao clube e aos novos companheiros, Rafinha se diz feliz pela mudança de vida que tomou ao deixar a Europa após 14 temporadas.

- Foi um ano especial. O Marcos e o Bruno foram na Alemanha conversar comigo. Eu queria dar continuidade ao meu futebol. E foi bom, porque encontrei um clube gigante, uma torcida apaixonada... pra mim foi uma mudança maravilhosa - avaliou o camisa 13 na entrevista à FlaTV, nesta quarta.


Confira outras respostas do lateral-direito Rafinha no "Papo Virtual":

Recuperação do massagista Jorginho

Vou pedir muita oração para o Jorginho, o Tio Jorge, está internado e todos nós temos muito carinho por ele. É uma pessoa que está todo dia com a gente. É até difícil de falar. Peço muita oração para que ele saia dessa. A gente espera que Deus vá operar mais essa para trazer o Tio Jorge de novo para gente. É uma pessoa maravilhosa.

Preocupação com o coronavírus
Estamos correndo risco todo momento. É um momento muito perigoso, muito delicado. Temos que usar tudo que for possível para prevenir o máximo de sermos contaminados por esse vírus que está levando muitas vidas.

Momento decisivo na temporada
O jogo que deu vida pra gente, cara e corpo pro Flamengo, foi contra o Emelec. Ali a gente ganhou tempo pra respirar, o Mister trabalhar e entrosar o time. Mostrou que a gente tinha condições de colher boas coisas no final. Depois ninguém mais parou a gente.

Passagem pelo Bayern de Munique
Com o Pep  (Guardiola) foi quando eu mais joguei, 123 partidas em 3 anos. O que eu mais pude aprender foi a posse de bola. Eu gosto de ficar com a bola o tempo todo, tem mais possibilidade de criação. É o melhor ensinamento que vou carregar pra vida.


Fonte: https://lance.com.br/flamengo/rafinha-coronavirus-titulos.html

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário