sexta-feira, 3 de abril de 2020

Landim admite discutir redução salarial no Flamengo se paralisação for longa



No Flamengo, Rodolfo Landim admite discutir salários se paralisação for longa. Até o momento, o Rubro-Negro não fez qualquer movimentação junto ao elenco para discutir redução nos salários. O presidente, porém, não descarta a possibilidade disso ocorrer. Segundo o mandatário, tudo vai depender da duração da paralisação do futebol, que já dura quase 20 dias.


O Flamengo é atualmente o clube com a maior receita do país, quase 1 bilhão de Reais em 2019. Seu elenco é também o mais valioso e sua folha de pagamentos a mais alta.

"O Flamengo honra seus compromissos com os atletas. O Flamengo paga em dia e essa é a expectativa que a gente tem. E a gente pretende continuar a fazer isso", afirmou Landim em entrevista à FlaTV.

Flamengo ainda não abriu debate sobre redução salarial durante crise do coronavírus

"A gente traça cenários, os mais diversos cenários. A gente estuda formas de continuar honrando nossos compromissos. Mas a gente não controla esses cenários", completou.


Rodolfo Landim alerta que se o tempo de paralisação for longo, mesmo um clube como o Flamengo será afetado.

"Por exemplo, se a gente tiver uma paralisação extremamente longa, alguma coisa certamente vai ter que ser feita. Porque eu acho que nenhum clube teria condições de manter o pagamento integral de todos os seus jogadores. Seria impossível, totalmente impossível"

Tudo depende do tempo de paralisação

Landim explica que, assim como a economia em geral, o tamanho do impacto da pandemia dependerá do tempo de inatividade.


"Eu não tenho a menor dúvida que vamos sofre um impacto. Tudo vai depender muito do período de paralisação. Por isso que eu falo tanto da expectativa que a gente deve ter de tentar voltar o mais rápido possível pras atividades. Porque se essa paralisação for pequena, e se nós conseguirmos encaixar ao longo do ano todos os jogos dos campeonatos, eu diria que esse impacto vai ser menor", concluiu.

A suspensão das partidas de futebol no Brasil devido à pandemia do coronavírus ainda não tem data para acabar. Os jogadores estão de férias até o dia 20 de abril, mas a reapresentação não está confirmada.



Fonte: Gazeta Esportiva

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário