terça-feira, 3 de dezembro de 2019

De onde vem o dinheiro? Dirigentes do Flamengo falam sobre as finanças do clube



Gabigol, Arrascaeta, Bruno Henrique, Filipe Luís, Pablo Marí, Gerson, Rodrigo Caio e Rafinha foram os grandes reforços do Flamengo para a temporada 2019. O alto investimento em alguns nomes levantam questionamentos sobre a origem do dinheiro rubro-negro e até dirigentes de clubes rivais avisando que uma hora a bomba dos investimentos vai estourar o caixa do Mengão.


Entretanto, o Flamengo se preparou para os altos gastos e quem garante isso é o conselho de futebol. Em entrevista à Fla TV, o diretor-executivo de futebol, Bruno Spindel, garantiu que o dinheiro gasto não irá deixar o clube carioca no vermelho.

“A nossa missão é estruturar o Flamengo para ter condições de sempre conquistar tudo. O Flamengo de 2019 tem quase R$ 300 milhões de receita de venda de jogador e investiu cerca de R$ 200 milhões em direitos econômicos. Estamos respeitando a folha de pagamento aprovada no conselho. Fizemos muitas desonerações para pudesse investir na folha de pagamento”, explicou o dirigente.


“Cabe ressaltar ainda que a folha de pagamento do Flamengo está longe de ser a maior do Brasil. Então, buscamos usar da melhor forma possível os recursos do Flamengo”, completou.

A diretoria de futebol rubro-negra montada pelo presidente Rodolfo Landim tem o desafio de criar um mecanismo de trabalho para que a mudança de nomes dentro da gestão do clube nos próximos anos não cause drásticas alterações de filosofia.


“Nessa questão também tem a parte técnica na escolha da desoneração de jogadores. Foi assim no início do processo em que não renovamos com Réver e outros [nomes]. Isso possibilitou já de cara em janeiro e fevereiro ter quase R$ 2 milhões livres na folha de pagamento para o ano inteiro. Também ajudou nas contratações”, acrescentou o vice-presidente de futebol Marcos Braz.

“Ouve-se muito a questão de que a bomba vai explodir [no caixa do Flamengo] de jornalistas e dirigentes rivais. Não tem nada disso. Tudo respeita rigorosamente o orçamento aprovado pelo conselho”, cravou Fábio Palmer, membro do conselho de futebol.


“O dinheiro vem daqui mesmo. Muito trabalho duro!”, finalizou Bruno Spindel.

No primeiro ano de gestão do presidente Rodolfo Landim, o Flamengo se sagrou campeão Carioca, da Libertadores, do Campeonato Brasileiro e tem a possibilidade de lutar pela taça do Mundial de Clubes.

ASSISTA AO VÍDEO DA ENTREVISTA DOS DIRIGENTES RUBRO-NEGROS NA FLA TV:




Fonte: https://www.torcedores.com/noticias/2019/12/a-bomba-vai-estourar-dirigentes-explicam-manobra-financeira-dos-reforcos-do-flamengo

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário