sexta-feira, 2 de agosto de 2019

Após sacrifício por vaga, Flamengo reconstrói time entre saídas e reabilitações



Jorge Jesus assumiu o Flamengo com 20 dias de preparação para dois duelos eliminatórios no mês de julho. O saldo é de uma eliminação e uma classificação. Resultados obtidos por um elenco que sofreu muitas baixas, seja por lesão, seja por negociação, e ganhou alguns reforços. Com a vaga nas quartas de final da Libertadores na mão após sacrifício geral, o treinador terá os próximos 20 dias para reconstruir sua equipe e entrosar um novo elenco, até enfrentar o Internacional no torneio sul-americano.



Neste intervalo, o rubro-negro terá três partidas pelo Campeonato Brasileiro, com uma semana de treinamento entre elas. O período servirá exatamente para recondicionar os desfalques recentes, especialmente Arrascaeta e Éverton Ribeiro. E recuperar nomes como Rodrigo Caio, Lincoln e até Vitinho, com retorno previsto em cerca de um mês. O uruguaio, em recuperação de lesão muscular moderada, teve a utilização colocada em dúvida pelo próprio treinador, e a diretoria pressionou o departamento médico a relacioná-lo.

O desafio de Jesus agora será manter a ideia de jogo e a estrutura da equipe com as peças que entram e saem do time titular. O técnico indicou que está perto de estrear seu último reforço, Filipe Luis, contra o Bahia, amanhã. No mesmo dia em que outro lateral-esquerdo, Trauco, foi vendido ao Saint Étienne, da França. Também saíram recentemente Pará, rumo ao Santos, e Léo Duarte, vendido ao Milan.



— Não temos tempo para trabalhar as ideias, só recuperamos, jogando de três em três dias. Mas há outros meio de nos identificarmos com a equipe. Nestes jogos que tivemos, foram jogos complicados, tivemos uma derrota e uma eliminação por pênaltis. Teremos tempo para recuperar jogadores, para ter o Filipe Luís. Teremos mais opções, o que é melhor para o treinador —disse o técnico.

Na defesa, Jesus apostou em Pablo Marí e Thuler, e passou o primeiro jogo sem sofrer gols contra o Emelec. Na partida, o Flamengo perdeu Gabriel, que saiu mais cedo com dores musculares e preocupa. Sem centroavante, o técnico deu chance até a Reinier, que estreou na quarta-feira e seguirá à disposição do profissional.

— O tempo que vamos ter vai nos dar a possibilidade de ter um elenco mais forte. Hoje, ganhamos mais um jogador. Não é fácil um treinador agarrar um jovem de 17 anos e colocar em uma partida dessas — ponderou.


Fonte: https://oglobo.globo.com/esportes/apos-sacrificio-por-vaga-flamengo-reconstroi-time-entre-saidas-reabilitacoes-23849039

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário